A Resistência dos bancos de miudezas

47

Nem mercearias, mercadinho, supermercados… Nada fez que os bancos de miudezas de nossa feira saíssem de cena. Muitos proprietários sustentam essa cultura com muita dignidade sem ganância, apenas conhecem e valorizam seu trabalho!
A exemplo Seu CHICO DE TÔTA que antes de 1968 já vendia seus Charismas,óleo de mutamba,brilhantina zezé, Topaze,lâmina de gilete, Cashimiro Buquê,pente fino, kolene entre outros , e no auge dos seus 69 anos de idade ainda acorda as 03:00h da matina pra arrumar seu banco,tudo perfeito,sem nada fora do lugar,um exemplo de profissional e de caráter!!!

“Sou a favor da internacionalização da cultura, mas não acabando as peculiaridades locais e nacionais.” (Ariano Suassuna)

Por Sandra Buriti via Facebook