NORDESTEPARAÍBA

Área de seca mais intensa aumenta na Paraíba e estiagem avança no NE

De acordo com o mapa de setembro do Monitor de Secas do Nordeste do Brasil, os cenários de seca extrema e seca excepcional cresceram no Nordeste, abrangendo parte de todos os nove estados que compõem a região.

Segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), responsável pela criação e análise do Monitor de Secas, o quadro se agravou de forma significativa no Nordeste em relação ao mesmo período do ano passado.

Em setembro de 2015, a Paraíba possuía áreas de seca extrema, grave, moderada e fraca, com pequenas áreas de seca excepcional. O mapa de setembro deste ano já mostra grande parte do território do estado com seca excepcional, que é a mais intensa, com perda de cultura/pastagem e escassez de água nos reservatórios, córregos e poços de água, criando situações de emergência.

A tendência, de acordo com especialistas é de o quadro se agrave até dezembro tanto devido à ausência de chuva como pela elevada radiação solar, que provoca a evaporação da água dos reservatórios. Dos 126 açudes monitorados pelo Governo da Paraíba, 58 estão com menos de 5% da capacidade de estoque. Outros 33 estão com volume abaixo dos 20% e apenas 36 reservatórios estão com mais de 20%.

O presidente da Aesa, João Fernandes da Silva, informou nesta semana, durante audiência com o ministro de Estado da Integração Nacional, que esta é a maior seca do estado nos últimos 50 anos. Ainda segundo João Fernandes, dos 223 municípios paraibanos, 196 estão em colapso por falta d´água.

Observando no mapa da região, podemos verificar que na Paraíba, em relação ao mesmo período do ano passado, mudanças significativas ocorreram na parte centro-oeste, onde os indicadores mostram um aumento da área com seca excepcional. Cabe observar que, nessa mesma região, onde os indicadores mostram um aumento da área com seca excepcional, a anomalia de temperatura máxima de juho a setembro foi superior a 6ºC em algumas áreas. Nas demais áreas da Paraíba, houve um aumento da área de seca moderada, grave e extrema em direção ao leste do estado.

Veja os mapas com os dados de setembro de 2016 e do mesmo período de 2015.

Thatiane Sonally

PB Agora

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar