Brasileiros acham Temer pior que Dilma, diz Datafolha

42

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada neste domingo (3) aponta que cresceu para 62% o percentual de brasileiros que acham que o governo de Michel Temer (PMDB) é pior que o de sua antecessora, Dilma Rousseff (PT). Para efeito de comparação, um ano atrás, esse percentual era de 40%. Atualmente, só 13% dos ouvidos na pesquisa disseram que que Temer governa melhor do que a petista, enquanto em dezembro do ano passado esse número era 21%.

Já o índice de rejeição ao peemedebista permanece alto, embora tenha reduzido dois pontos em relação a setembro, dentro da margem de erro. Temer é rejeitado por 71%. Outros dados da pesquisa: 23% dos brasileiros acham o governo do atual presidente regular, contra 20% na pesquisa passada. Já os que o aprovam como ótimo ou bom seguem em inalterados 5%.

Diante da melhoria de alguns índices econômicos, como o desemprego e o PIB positivo de 0,1%, aliados do presidente chegam a cogitar uma candidatura à reeleição de Temer. Mas pessoas próximas a ele acham difícil ele resistir a uma possível delação de seu ex-aliado Gedeel Vieira Lima (PMDB), ex-ministro da Secretaria de Governo, preso na Papuda depois que deixou suas digitais nos 51 milhões de reais achados pela Polícia Federal em um bunker, em Salvador. O presidente chegou a publicar um vídeo em que destaca a melhora econômica e defende a reforma da Previdência, em tramitação no Congresso.

A pesquisa do Datafolha mostra ainda os seguintes percentuais de avaliação do governo Temer: Ruim/péssimo: 71%; regular: 23%; ótimo/bom: 5%; e não sabe: 1%

O Datafolha fez 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa, segundo o jornal, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.