CURIMATAÚEDUCAÇÃO

Campus de Cuité da UFCG realiza I Ciclo de Diálogos sobre Gênero, Universalidade e Subjetividade

O Centro de Educação e Saúde (CES) da UFCG, campus de Cuité, promoveu nos dias 14 e 18 de dezembro, o I Ciclo de Diálogos sobre Gênero, Universalidade e Subjetividade. O evento contou com participação de estudantes e professores do Centro, além de moradores do município de Cuité interessados pela temática.

O Ciclo foi dividido em duas rodadas. A primeira aconteceu no dia 14 e teve a discussão do tema ‘Identidade de gênero: qual é a sua?’. Na oportunidade, o diálogo foi estabelecido com objetivo de construir, de forma coletiva, os conceitos de gênero, a partir das vivências dos participantes e as novas perspectivas levantadas por autores da filosofia e sociologia.

Já a segunda rodada, ocorrida nessa segunda-feira, dia 18, abordou o tema ‘Feminismo? Pra quê?’ e teve o propósito de desmistificar alguns estereótipos que não caracterizam a essência do movimento feminista, partindo do diálogo sobre como o machismo afeta as vivências femininas, como também as masculinas. Além disso, esta rodada serviu para impulsionar a formação de um grupo de mulheres para realização de encontros regulares, que terá início no próximo ano.

1 - Foto de apresentação

O ciclo surgiu a partir da identificação da necessidade das discussões de gênero e diversidade na formação universitária do campus. Sua organização se deu com a iniciativa da professora Alynne Mendonça Saraiva e os estudantes Ana Paula Melo, Sávio Gomes e Paulo Ricardo, vinculados ao Grupo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Saúde e Enfermagem – GEPISE, o qual vem desenvolvendo pesquisas sobre saúde da população LGBT no município de Cuité-PB, no âmbito da gestão em saúde e atenção básica. O grupo também conta com a participação da professora Francinalva Medeiros, enquanto convidada.

De acordo com os organizadores, a proposta é que ocorra um Ciclo de Diálogos por mês a partir de 2018, elencando temáticas transversais na formação que dialoguem sobre as questões de gênero e diversidade, sempre abertas para todos que tiverem interesse, contando também com a participação de convidados.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar