Connect with us

GERAL

Pastor usa dízimos da igreja para alimentar moradores de rua

Publicado

em

 A igreja evangélica da cidade de Cabo Frio no estado do Rio de Janeiro, Centro Evangelístico Internacional, vem chamando a atenção das mídias pelo trabalho fantástico que desenvolve na cidade.

Liderada pelo pastor Fabrício Valadares, a igreja desempenha um trabalho social fantástico no município. O pastor alega que o verdadeiro evangelho é aquele que se doa a favor do próximo, que cuida das pessoas.

Restaurante da GraçaValadares afirma que Jesus veio para se doar, e hoje em dia o que se vê é muitos líderes explorando a fé das pessoas em vez de pregar a verdadeira palavra de Deus.

Recentemente o pastor levou cerca de quarenta pessoas sem tetos a uma sala de cinema para assistir um filme, foi emocionante relata o pastor, muitos que trabalhavam no shopping e viram aquilo choraram de emoção e muitos que entraram em um cinema pela primeira vez se emocionaram. O pastor fala que muitas pessoas precisam ser amadas, pois vivem uma vida de total exclusão da sociedade e precisam ser tocadas pelo amor, pois esse é o evangelho relata o pastor.

Um trabalho referencial é que o pastor usa os dízimos dos fiéis para oferecer alimentos gratuitos para moradores de rua, o trabalho é feito por membros da igreja que criaram o Restaurante Graça onde exercem o trabalho voluntario e se dedicam 5 dias por semana para cuidar dos sem tetos.

O pastor afirma que o amor é o remédio para um mundo caótico em que as pessoas vivem e diz que quer desenvolver mais projetos como o “Terra Fértil”, projeto esse que visa cuidar de crianças abandonadas, oferecendo abrigo e alimentação para tirá-las da rua.

O pastor afirma que o dizimo deve ser investido em vidas, com amor, pois a única coisa imperecível e incorrosível é as vidas que ganhamos e podemos levá-las ao céu.

O que acham da atitude do pastor, deixem suas opiniões.

André Santos

Portal Padom

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GERAL

Dezembro terá fenômeno astronômico que não ocorre desde a Idade Média

Publicado

em

Um fenômeno astronômico que não acontece desde a Idade Média poderá ser observado no dia 21 de dezembro, logo após o pôr do Sol: a proximidade entre Júpiter e Saturno fará com que esses dois corpos celestes pareçam um planeta duplo.

A proximidade entre os dois planetas já está ocorrendo e, entre os dias 16 e 25 de dezembro, a percepção será de que eles estarão separados por menos do que um diâmetro de lua cheia. “Na noite de maior aproximação, em 21 de dezembro, eles se parecerão com um planeta duplo, separados por apenas um quinto do diâmetro da lua cheia”, explica o astrônomo da Rice University, Patrick Hartigan.

Embora as melhores condições de visualização sejam próximas ao Equador, o fenômeno poderá ser observado em qualquer lugar da Terra, se o clima permitir. Hartigan explica que a dupla planetária aparecerá baixo no céu ocidental por cerca de uma hora após o pôr do sol todas as noites. “Para a maioria dos observadores do telescópio, cada planeta e várias de suas maiores luas estarão visíveis no mesmo campo de naquela noite”, acrescentou.

Segundo o astrônomo, alinhamentos entre esses dois planetas são bastante raros. “No entanto, esta conjunção é excepcionalmente rara por causa da maior proximidade entre eles. Você teria que voltar até um pouco antes do amanhecer de 4 de março de 1226 para observar um alinhamento mais próximo entre esses objetos visíveis no céu noturno”, complementou.

A próxima vez que esse vento ocorrerá será no dia 15 de março de 2080. Depois, só depois do ano 2400.


Agência Brasil

Continue lendo

GERAL

Andressa Urach diz que doou Porsche e Land Rover para igreja evangélica

Publicado

em

Em entrevista ao colunista Léo Dias, Andressa Urach revelou as doações que fez para a Igreja Universal. Segundo ela, os valores ultrapassam R$ 2 milhões.  

“Na verdade, calculei aqui e descobri que o número correto é R$ 2 milhões e pouco. Foi esta quantia que eu doei para a igreja nos últimos 6 anos”, afirmou.
 
 
Urach disse ainda que teve que financiar o próximo carro. “Olha, sabe qual é o pior? Eu tive que financiar um carro em 60 vezes porque nem carro eu tenho mais. Eu doei todos para a igreja, a minha Porsche Cayenne, a Land Rover, todos gente”, disse Andressa ao colunista Léo Dias. “Eu doei todos os meus carros, as joias e as bolsas da Chanel que tinha para a igreja”, disse. 
 
Recentemente, a modelo disse que se sentia pior na igreja do que na prostituição. Andressa Urach também foi demitida da Record TV  – ela apresentava o quadro Eu sobrevivi, exibido no Balanço Geral do Rio Grande do Sul.
 
“Depois de 6 anos de lavagem cerebral onde me fizeram acreditar que eu tinha que dar meu tudo para
 
“Depois de 6 anos de lavagem cerebral onde me fizeram acreditar que eu tinha que dar meu tudo para Deus… Me levaram praticamente tudo que eu tinha, foi mais de uma milhão e meio de reais que doei nesses últimos anos para a instituição, fora o meu amor e tempo que dediquei como todos sabem e agora que não tenho mais dinheiro para dar, ainda fui demitida da Record”, escreveu Andressa, na ocasião, que ainda completou: “Parabéns, Igreja Universal por levar minha alma ao inferno!”.
 

Uai

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados