Connect with us

PARAÍBA

Aesa divulga previsão de chuvas para os próximos três meses na Paraíba

Publicado

em

O período comum de chuvas na Paraíba está chegando e a previsão para os meses de fevereiro, março e abril é animadora para a população do Estado. Na tarde desta sexta-feira (15) a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) realizou uma reunião em Campina Grande para a avaliação e previsão de chuvas neste trimestre no norte da região Nordeste.

Segundo agência, as atuais condições mostram um enfraquecimento do fenômeno El Niño no oceano Pacífico e o Atlântico também deve oferecer condições para a chegada de chuvas. Entretanto, não há como prever condições do oceano e a expectativa da agência é que as chuvas sejam na média ou abaixo da média até final de março.

De acordo com o gerente executivo de monitoramento e hidrometria da Aesa, Alexandre Magno, se o fenômeno El Niño no oceano Pacífico continuar enfraquecendo e o oceano Atlântico seguir com as boas condições atuais, a partir de março as chuvas podem ser acima da média. “Como não temos tecnologia suficiente para prever o comportamento no oceano Atlântico, não podemos oferecer uma previsão mais precisa, porém a tendência é que essa melhora aconteça já que o El Niño deve enfraquecer, pelo que temos monitorado”, disse ele.

O período de chuvas na Paraíba vai de fevereiro até maio. Ainda de acordo com o gerente, a bacia hidrográfica do Cariri, que abastece o açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) é mais irregular do estado. Segundo Alexandre Magno, as chuvas nesta bacia são maiores nos meses de março e abril e podem ser boas se as condições continuarem favoráveis, como o previsto.

Agricultura
A Aesa orienta os agricultores a ficarem atentos ao calendário agrícola de cada região, que podem ser acompanhados através da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater). “É importante destacar que os agricultores não se enganem com estas chuvas de pré-estação, que estão ocorrendo neste mês de janeiro”, frisou Alexandre Magno.

Nos primeiros dias deste ano a Paraíba teve registros de chuvas em todas as regiões do Estado, o que deixou a população animada. Entretanto, segundo a meteorologista Carmem Becker, foram chuvas de pré-estação provocadas pelo fenômeno vórtice ciclônico. “O período comum para as chuvas na Paraíba fica entre os meses de fevereiro e maio, mas este fenômeno provoca uma antecipação, o que não dura por muito tempo”, disse ela.

Açudes
Devido as poucas chuvas registradas nos últimos anos, os principais reservatórios de água do estado da Paraíba, usados para abastecer as cidades, estão com os níveis baixos. Dos 124 açudes monitorados pela Aesa, 24 deles já estão completamente secos e 47 estão com menos de 10% e de suas capacidades, segundo o último levantamento divulgado pela Aesa na manhã desta sexta-feira (15).

O açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) que abastece Campina Grande e região, no Agreste, está com 12,2% da capacidade. Os açudes Coremas e Mãe D’água, na cidade de Coremas, no Sertão, que juntos formam o maior reservatório da Paraíba estão com 9,8% e 13,8%.

G1

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Paraíba recebe quase 40 mil novas doses da vacina Astrazeneca nesta quinta-feira

Publicado

em

A Paraíba recebe na tarde desta quarta-feira (24), 39.500 novas doses da vacina Astrazeneca. A informação foi confirmada na manhã de hoje ao Portal ClickPB, pelo secretário de saúde, Geraldo Medeiros. 

A aeronave com as doses da vacina decola por volta das 14h e tem previsão de chegada no Aeroporto Castro Pinto às 17h05. 

Também é esperada nesta quarta-feira (24), a chegada de 23.800 doses da vacina Coronavac, enviada pelo Instituto Butantan, porém sem estimativa de horário. 

De acordo com dados da Secretaria de Saúde da Paraíba, até o momento 223.680 doses foram recebidas, 187.892 distribuídas e 117.756 doses aplicadas em todo o estado.  

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba registra 980 novos casos de Covid-19 e 25 óbitos nas últimas 24h

Publicado

em

A Paraíba registrou, nesta terça (23), 980 casos de Covid- 19. Também foram confirmados 25 novos óbitos desde a última atualização, sendo 17 deles nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde ao ClickPB desde a última atualização, 96 (9,79%) são casos de pacientes hospitalizados e 884 (90,21%) são leves. 

Números Totais:

  • Casos Confirmados: 214.207
  • Óbitos Confirmados: 4.404
  • Casos Recuperados: 157.099
  • Testes Realizados:   642.423

Agora, a Paraíba totaliza 214.207 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 642.423 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Os óbitos ocorreram entre os dias 18 e 23 de fevereiro de 2021, sendo sete deles em hospitais privados, dois em residência e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 4.404 mortes. O boletim registra ainda um total de 157.099 pacientes recuperados da doença.

Concentração de casos

Cinco municípios concentram 507 novos casos, o que corresponde a 58,16% dos casos registrados nesta terça. São eles: 

  • João Pessoa, com 257 novos casos, totalizando 56.746; 
  • Campina Grande, com 145 novos casos, totalizando 19.596; 
  • Cajazeiras, com 36 novos casos, totalizando 4.506; 
  • Cabedelo, com 35 novos casos, totalizando 5.212; 
  • Patos, com 34 novos casos, totalizando 8.576.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 23/02/2021, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Óbitos

Até esta terça, 206 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os 25 óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre residentes dos municípios de Alhandra (2), Areia (1), Brejo do Cruz (1), Cajazeiras (3), Campina Grande (2), João Pessoa (7), Patos (3), Piancó (1), Picuí (1), Santa Rita (1), São Bento (1), São Domingos do Cariri (1) e Tavares (1). As vítimas são 13 homens e 12 mulheres, com idades entre 35 e 97 anos. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente e nove não tinham comorbidades.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 63%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 77%. Em Campina Grande estão ocupados 56% dos leitos de UTI adulto e no sertão 77% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 35 pacientes foram internados nas últimas 24h.

Comparando censo da segunda (22) e desta terça (23), foram ampliados 23 leitos de UTI e 18 enfermarias, totalizando 41 novos leitos na Paraíba. 

Cobertura Vacinal

Foi registrado no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 123.003 doses. Até o momento, 103.312 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 19.691 com a segunda dose da vacina. 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados