Connect with us

SAÚDE

Álcool com energético tem o mesmo efeito que cocaína

Publicado

em

Vodca com energético já virou um clássico das baladas, mas pode ser uma bomba para os adolescentes. Pesquisadores da Universidade Purdue, em Indiana, EUA, fizeram testes com os cérebros de ratos adolescentes (já que não poderiam fazer o mesmo com humanos) e observaram mudanças químicas em suas massas encefálicas muito parecidas com os efeitos da cocaína.

Uma lata de energético pode ter até 10 vezes mais cafeína do que um refrigerante comum – e costuma ser procurada por adolescentes para curtir uma noitada.

Já se sabia que os jovens que consumiam energético (mesmo sem misturá-lo com outras bebidas) têm mais chance de virarem consumidores de álcool quando adultos.

Mas, quando o energético é tomado com álcool ainda durante a adolescência, o centro de recompensas do cérebro é alterado – e os jovens sentem mais dificuldade em lidar com substâncias prazerosas. Os efeitos podem durar até a vida adulta.

Os ratos que tomaram álcool com energético se tornaram muito mais ativos (como era de se esperar) e seus cérebros foram inundados pela proteína ΔFosB, típica de quem abusa da cocaína ou da morfina.

Quando adultos, os ratinhos se tornaram muito mais resistentes à sensação de prazer da cocaína – o que pode indicar que eles procurariam doses maiores da droga.

“Tudo indica que as duas substâncias misturadas causam mudanças de comportamento e na neuroquímica do cérebro”, disse Richard van Rijn, um dos autores do estudo.

“Há claramente efeitos em tomar essa mistura que não existiriam quando se toma o álcool ou o energético separadamente.”

Exame

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MUNDO

Vacina Sputnik tem 95% de eficácia e será mais barata que as americanas e europeias

Publicado

em

A Rússia anunciou esta terça-feira (24) que a sua vacina Sputnik V contra o coronavírus tem uma eficácia de 95%, segundo resultados preliminares. O país fez referência ao imunizante desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em Moscovo. 

De acordo com a agência Reuters, governo russo informou que vai cobrar menos por sua vacina Sputnik V, contra a Covid-19, do que suas rivais e Moscou pretende produzir mais de 1 bilhão de doses dentro e fora do país no próximo ano.

Moscou tem sido criticada por cientistas ocidentais que acusam a Rússia de buscar atalhos em um esforço para acelerar a vacina Sputnik V, o que a Rússia nega.

Estabelecer um preço menor do que o de rivais pode ajudar a Rússia a obter uma parcela do mercado.

No Brasil, o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger, afirmou que o cronograma estimado pela fundação prevê a produção de 130 milhões.

Brasil 247

Continue lendo

SAÚDE

Paraíba confirma 131 novos casos e 8 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h; total de mortes chega a 3.256 e 142.588 infectados

Publicado

em

A Paraíba registrou 131 novos casos de Covid-19 e 08 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde ao ClickPB nesta segunda-feira (23), 142.588 pessoas já contraíram a doença, 113.528 já se recuperaram e 3.256, infelizmente, faleceram. Até o momento, 450.308 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 142.588
  • Casos Descartados: 194.803
  • Óbitos confirmados: 3.256
  • Casos recuperados: 113.528

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 45%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 53%. Em Campina Grande estão ocupados 37% dos leitos de UTI adulto e no sertão 57% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 131, nos quais 05 municípios concentram 66 casos, o que representa 50,38% dos casos em toda a Paraíba. São eles: 

João Pessoa, com 28 novos casos, totalizando 36.167; Campina Grande, com 16 novos casos, totalizando 14.281; Alagoinha, com 09 casos novos, totalizando 1.088; Arara, com 07 novos casos, totalizando 247; Santa Rita, com 04 novos casos, totalizando 3.732.  

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 23/11, sujeitos a alteração por parte dos municípios. 

Até hoje, 179 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 08 óbitos registrados nesta segunda ocorreram em residentes de 02 municípios, nos dias 20, 22 e 23 de novembro. Os pacientes tinham idade entre 30 e 90 anos. Dos locais, três ocorreram em hospitais privados e os demais em hospitais públicos.

Homem, 65 anos, residente em Campina Grande. Diabético e obeso. Início dos sintomas 06/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/11/2020. 

Homem, 30 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas 27/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/11/2020. 

Mulher, 90 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas 03/11/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 22/11/2020. 

Mulher, 72 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa. Início dos sintomas 29/10/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 22/11/2020. 

Homem, 69 anos, residente em João Pessoa. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas 01/11/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 22/11/2020. 

Mulher, 52 anos, residente em João Pessoa. Comorbidade não informada. Início dos sintomas 28/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 22/11/2020. 

Homem, 71 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e cardiopata. Início dos sintomas 31/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/11/2020. 

Mulher, 54 anos, residente em Campina Grande. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas 14/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/11/2020. 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados