Connect with us

MUNDO

Angela Merkel é eleita a mulher mais poderosa do mundo

Publicado

em

A chanceler alemã Angela Merkel lidera pelo quinto ano consecutivo a lista das cem mulheres mais poderosas do mundo elaborada pela revista Forbes, na qual a presidente Dilma Rousseff aparece na sétima colocação e em primeiro na região da América Latina.

Merkel, que no total liderou em dez ocasiões a classificação, continua à frente da lista publicada nesta terça-feira pela revista americana, que destaca sua vitória eleitoral em dezembro, sua gestão da crise e sua política externa.

Para a Forbes, só há uma mulher que no próximo ano poderia arrebatar o primeiro posto da chefe do governo alemão, a pré-candidata democrata à presidência dos EUA Hillary Clinton. A ex-chefe da diplomacia americana aparece em segundo lugar na lista deste ano.

A filantropa Melinda Gates manteve o terceiro posto do ano passado. A filantropa Melinda Gates manteve o terceiro posto do ano passado.

Após ela, aparecem a presidente do Federal Reserve (Fed) de EUA, Janet Yellen.  A conselheira delegada da General Motors, Mary Barra, divide a posição com  Janet Yellen.

Embora tenha perdido três degraus com relação ao ano passado, Dilma aparece em sétimo.

Além disso, para a Forbes a presidente brasileira é a mulher latino-americana mais poderosa do mundo, seguida por Cristina Kirchner, que ocupa o posto 16 e pela presidente chilena, Michelle Bachelet, no 27.

No total, a lista inclui oito chefas de Estado e uma monarca, a britânica Elizabeth II, à frente de países com um Produto Interno Bruto combinado de US$ 9,1 trilhões.

R7

Continue lendo

MUNDO

Objeto brilhante misterioso é encontrado em deserto dos Estados Unidos

Publicado

em

Funcionários do Departamento de Segurança Pública de Utah, EUA, encontraram um misterioso monólito metálico brilhante no meio do deserto, enquanto ajudavam funcionários da Divisão de Recursos de Vida Silvestre na contagem de carneiros selvagens em uma área remota da região.

Após uma inspeção mais próxima, os funcionários deram conta de que se tratava de um monólito de metal que havia sido instalado em uma área isolada entre as rochas avermelhadas.

De acordo com o piloto Bret Hutchings, assim que o objeto foi avistado, eles retornaram para observar a misteriosa estrutura.

Posteriormente, as autoridades publicaram fotografias e vídeos de seu pessoal admirando o objeto, cujas dimensões podem chegar a 3,6 metros de altura.

O departamento mencionou em um comunicado que a localização do monólito não seria revelada, pois se encontra em uma área “muito remota” e temem que as pessoas possam ficar em perigo caso tentem acessar o local por conta própria.

Hutchings adicionou que todos pensaram que a estrutura era algo que a NASA haveria colocado no local. Ao se aproximarem, eles notaram que o monólito aparentemente não possuía nenhum propósito e consideram que possa ter sido criado por algum artista.

A instituição alertou aos cidadãos que “é ilegal instalar estruturas ou obras de arte sem autorização em terrenos públicos administrados pelo governo federal”.

A instituição alertou aos cidadãos que “é ilegal instalar estruturas ou obras de arte sem autorização em terrenos públicos administrados pelo governo federal”.

Brasil 247

 

 

Continue lendo

MUNDO

Vacina Sputnik tem 95% de eficácia e será mais barata que as americanas e europeias

Publicado

em

A Rússia anunciou esta terça-feira (24) que a sua vacina Sputnik V contra o coronavírus tem uma eficácia de 95%, segundo resultados preliminares. O país fez referência ao imunizante desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em Moscovo. 

De acordo com a agência Reuters, governo russo informou que vai cobrar menos por sua vacina Sputnik V, contra a Covid-19, do que suas rivais e Moscou pretende produzir mais de 1 bilhão de doses dentro e fora do país no próximo ano.

Moscou tem sido criticada por cientistas ocidentais que acusam a Rússia de buscar atalhos em um esforço para acelerar a vacina Sputnik V, o que a Rússia nega.

Estabelecer um preço menor do que o de rivais pode ajudar a Rússia a obter uma parcela do mercado.

No Brasil, o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger, afirmou que o cronograma estimado pela fundação prevê a produção de 130 milhões.

Brasil 247

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados