Connect with us

EDUCAÇÃO

Aos 93 anos, idoso conclui curso de Direito na UEPB

Publicado

em

Um sonho é um sonho e não existem barreiras para realizá-lo. Foi com essa concepção que Djalma Araújo, de 93 anos, enfrentou com entusiasmo os desafios impostos pela idade e conseguiu frequentar, durante cinco anos, as salas de aula do Curso de Direito do Câmpus III da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado em Guarabira. No último dia 10 de abril ele concluiu os estudos ao apresentar seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para a banca examinadora composta pelos professores Agassiz Almeida, Mário Vinícius e Juliana Linhares, sua orientadora.

Com o trabalho intitulado “Políticas Públicas e o Direito do Idoso”, Djalma fez uma explanação sobre a experiência adquirida no decorrer do tempo em que conviveu no Centro de Humanidades (CH), ressaltando como se configurou a relação de um homem de sua idade com outras gerações. A professora Juliana Linhares enfatizou a satisfação e alegria de tê-lo orientado. “Quando a emoção não cabe dentro do peito e não se encontra a palavra certa para agradecer. Assim me senti ao presenciar Djalma Araújo defender, aos 93 anos, seu Trabalho de Conclusão de Curso. Momento esse que guardarei para sempre e contarei, com muito orgulho, para meus filhos e netos. Foi um excelente aluno, dedicado, atencioso e responsável, tendo sido, aliás, o primeiro, dentre meus orientandos, a entregar o TCC”, relatou a professora.

Seu Djalma, como é carinhosamente chamado, se tornou um exemplo de força de vontade para todos que o conhecem, sobretudo para os que fazem parte da comunidade acadêmica do CH. Trata-se de um caso especial, pois o senhor Djalma não ingressou no Curso de Direito por meio de processo seletivo regulamentar. De acordo com o professor Agassiz Almeida, chefe adjunto do Departamento de Direito, ele procurou a universidade em busca de conhecimento e foi aceito como aluno especial.

“Seu Djalma se dirigiu à Instituição com o objetivo de assistir algumas aulas, como ouvinte apenas. Não vimos nenhum problema no fato de uma pessoa querer assistir eventualmente uma aula ou participar de uma determinada atividade. Mas, o surpreendente é que ele levou muito a sério esse compromisso. Assistia aulas diariamente e, às vezes, passava o dia todo no câmpus. Mostrou-se um exemplo de dedicação: não faltava, participava das aulas e fazia todas as atividades propostas pelos professores das disciplinas que cursava. Assim, Djalma foi estabelecendo uma rede de amizade e de admiradores”, disse o docente.

Dessa maneira, embora não receba certificado de bacharel em Direito, seu Djalma, pela motivação e inspiração que passava aos demais estudantes, receberá o título de “aluno honorário” da UEPB durante a cerimônia de colação de grau das turmas concluintes do CH, que será realizada no próximo dia 31 de maio. Ele ainda será homenageado pela turma concluinte do Curso de Direito.

Sempre entusiasmado e motivado, Djalma também considerava importante refletir sobre o Direito para além da sala de aula, ao buscar, sempre que podia, participar dos encontros promovidos pelo Centro Acadêmico de Direito. Além disso, movido pelo desejo de aprender, ele se matriculou na primeira turma da Universidade Aberta à Maturidade (UAMA), implantada no Câmpus III em 2015. Para o simpático senhor Djalma, “estudar é se abrir para o novo”.

Redação com UEPB

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EDUCAÇÃO

MEC publica relação de aprovados na segunda chamada do Prouni

Publicado

em

O Ministério da Educação publica hoje (8) a relação de candidatos aprovados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021. O prazo para que os selecionados comprovem as informações que foram prestadas na inscrição encerrará no dia 24 de fevereiro.

A lista com o nome dos selecionados para o primeiro processo seletivo de 2021, bem como o cronograma do programa, pode ser acessada por meio do site do Prouni.

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni. Desse total, 52.839 são para cursos na modalidade de educação à distância.

Critérios

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Excepcionalmente neste ano, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e apenas o primeiro dia de provas foi realizado.

Continue lendo

EDUCAÇÃO

Govenador anuncia ampliação de mais 73 escolas integrais e modelo de ensino chegará a todos os 223 municípios da Paraíba

Publicado

em

A Rede Estadual de Ensino contará com mais 73 Escolas Cidadãs Integrais em 2021. Com a ampliação, 72 novos municípios terão o modelo de ensino, com 15.150 novas vagas. Assim, todos os 223 municípios do território paraibano serão contemplados com Escolas Cidadãs Integrais. O anuncio foi feito pelo governador João Azevêdo, nesta segunda-feira (25), no programa ‘Conversa com o Governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara,

A pré-matrícula nas escolas com novo modelo já estará disponível a partir das 17h de hoje, por meio de formulário no site aqui

Na expansão, das 73 novas escolas, 25 serão técnicas, ou seja, oferecerão cursos técnicos integrados ao Ensino Médio, com novos cursos técnicos implantados na Paraíba nas áreas de Gestão e Negócios; Produção Cultural e Design; Recursos Naturais; Produção Industrial e Controle e Processos Industriais.

Assim, a Rede passará a ter 302 escolas integrais, das quais 124 oferecem cursos técnicos. Com as novas escolas, a Rede Estadual de Ensino vai ofertar um total de 74.569 vagas para alunos em tempo integral na Paraíba neste ano.

Assim, a Rede passará a ter 302 escolas integrais, das quais 124 oferecem cursos técnicos. Com as novas escolas, a Rede Estadual de Ensino vai ofertar um total de 74.569 vagas para alunos em tempo integral na Paraíba neste ano.

“Nós estamos atingindo a meta de ter pelo menos uma Escola Cidadã Integral em cada município da Paraíba em 2021, antecipando em um ano essa ação. Isso é muito importante porque essas escolas têm dado um retorno muito grande na qualidade de ensino, no envolvimento dos alunos e na possibilidade de gerar novas alternativas”, comentou o governador João Azevêdo.

Para o secretário de Estado da Educação, Cláudio Furtado, “alcançar todos os municípios paraibanos com oferta de ensino em tempo integral era uma promessa a ser cumprida porque sabemos a diferença que esta modalidade de ensino faz na vida dos estudantes, incluindo as escolas que passam a ofertar cursos técnicos integrados ao ensino médio. Estamos comprometidos com o futuro dos nossos jovens e com as oportunidades que um ensino público de qualidade pode gerar”.

A gerente de Ensino Médio, Léia Gonçalo, explica que, “a expansão mostra que estamos conseguindo oferecer o acesso à educação diferenciada e com mais oportunidades sempre visando à realização do projeto de vida a todos os jovens paraibanos. Esse é um sonho que agora se torna realidade exatamente quando o modelo completa 5 anos no estado”.

O Modelo – O Programa Escola Cidadã Integral é um novo modelo de escola pública que tem a proposta de organização e funcionamento em tempo único (integral). É uma política pública e está inserida no Plano Nacional de Educação, de acordo com a meta 6: “Oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica” e também no Plano Estadual de Educação.

Essas escolas são organizadas com salas temáticas, laboratórios de informática, ciências e outros espaços de vivências, onde os jovens podem transitar, a partir do seu projeto de vida, em suas competências cognitivas e socioemocionais, de forma a desenvolver as suas potencialidades.

 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados