Connect with us

PARAÍBA

Após 32 anos no ar programa de Juarez Amaral, Jornal de Verdade se despediu na manhã de hoje dos seus ouvintes

Publicado

em

Em 1985, na rádio Caturité de Campina Grande,  emissora que opera na frequência AM, o jornalista Juarez Amaral de Medeiros, ama deu incio a um do mais populares programa de jornalismo radiofônico da Paraíba, o Jornal de Verdade, o noticiário completaria este ano 32 anos no ar.

O Jornal de Verdade criou um estilo próprio, mas depois de longos anos na Radio Caturite AM, findou ali sua apresentação que passou a ser transmitido na Rádio Cidade Esperança AM, em que o Jornal de Verdade manteve a mesma linha de jornalismo na nova emissora, onde começou a ser apresentado a partir de 2003. Mas infelizmente, questões contratuais impediu a permanência do programa no ar. A última bancada do Jornal de Verdade, na Radio Cidade, foi formada por Juarez Amaral, Paulo Roberto, Carlos Magno e Polion Araújo que era o mais antigo jornal.ista que seguia Juarez Amaral. Durante quase 35 anos, gerando alegria, descontração e informação de qualidade aos seus seguidores, o Jornal de Verdade gerou tristeza, pois se despediu dos ouvintes neste domingo, 16 de abril.

Durante as três décadas o noticiário foi uma fonte inesgotável de informação “em primeira mão”.Começando às 05h30, encerrando às 09h00, o Jornal de Verdade, por exigência de seu diretor, Juarez Amaral, sempre foi apresentado “de domingo a domingo, sem folga, sem feriado”.

“Indiscutivelmente o programa se tornou uma indispensável companhia matinal no dia a dia do ouvinte que gosta de jornalismo de qualidade. O programa, feito por quem entende de jornalismo e sabe fazer jornalismo, foi uma tribuna permanente para muitos políticos e a sociedade de um modo em geral”, disse o jornalistas Renato Diniz, afirmando que vai deixar saudades, que deixa sua gratidão por ter, durante um ano, feito parte de uma equipe dinâmica e extremamente profissional.

Sua repercussão foi tão imensa que os ouvintes podaram acompanhar o nobre Juarez Amaral, não só no radio, também na TV, onde apresentou por vários anos o programa de debate e entrevista, “Opinião”, na TV Borborema que após a saída de Juarez o Opinião também chegou ao fim,

O saudoso e então vereador, Mário de Sousa Araújo foi o autor da Lei 1.653, de 16 de dezembro de 1987, que reconheceu como Programa de Utilidade Pública o Jornal de Verdade, programa de rádio que marcou a historia de muita gente nesta cidade, como em outras cidades que são alcançadas pelo sinal da Rádio Caturité AM e e depois na Cidade Esperança.

Tive o prazer em ser entrevistado e debatido com os nobres jornalistas, Juarez Amaral, Paulo Roberto e Polion Araújo e Carlos Magno, sobre os direitos dos servidores públicos da PMCG, quando fiz parte da direção do Sintab, em defesa do fim e relocação da antiga Favla da Cachoeira, que deu incio ao Bairro da Glória I e II, e contra reajuste de passagem de ônibus que fazem o transporte coletivo em Campina Grande, Juarez e equipe sempre tratava em primeira mão os seus ouvintes e abria espaço para representantes de entidades dos movimentos sociais ou qualquer cidade poder cobra os seus direitos.

Triste em ver que, mais um programa histórico do rádio paraibano sai do ar. Espero que outra emissora abracem esse grande programa e seus apresentadores de primeira qualidade. Vai-se mais uma página do jornalismo popular e erudito, mas feliz porque marcou não só a minha, mais a história de muitos radiouvintes que presam por um jornalismo de qualidade e popular. Nossa solidariedade!


Blog do Gari Martins da Cachoeira 

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Primeira noite de toque de recolher foi tranquila e sem registro de ocorrências em João Pessoa

Publicado

em

A primeira noite com toque de recolher valendo em João Pessoa foi muito tranquila e não teve registro de ocorrências, de acordo com informações da assessoria da Polícia Militar (PM) ao ClickPB. 

Nessa quarta-feira (24) começaram a valer os decretos do Governo da Paraíba e da Prefeitura de João Pessoa que preveem, entre outras coisas, o toque de recolher das 22h às 5h. A intenção é conter a disseminação do novo coronavírus e a medida vale por 15 dias em todos os municípios paraibanos que estão com bandeira laranja ou vermelha.

De acordo com a PM, antes das 22h foram encontrados jovens praticando esportes em algumas quadras localizadas em praças da zona sul da cidade, mas foram dispersados pelo pessoal do 5º Batalhão.

Na hora do toque de recolher não houve problemas. As pessoas que estavam na rua eram abordadas e já apresentavam justificativa. É possível sair de casa nos horários estabelecidos para o toque de recolher se houver uma justificativa, como a necessidade de socorrer alguém doente ou adquirir um medicamento, por exemplo.

Segundo a PM, também não houve problema em relação a estabelecimentos comerciais.

ClickPB

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba recebe quase 40 mil novas doses da vacina Astrazeneca nesta quinta-feira

Publicado

em

A Paraíba recebe na tarde desta quarta-feira (24), 39.500 novas doses da vacina Astrazeneca. A informação foi confirmada na manhã de hoje ao Portal ClickPB, pelo secretário de saúde, Geraldo Medeiros. 

A aeronave com as doses da vacina decola por volta das 14h e tem previsão de chegada no Aeroporto Castro Pinto às 17h05. 

Também é esperada nesta quarta-feira (24), a chegada de 23.800 doses da vacina Coronavac, enviada pelo Instituto Butantan, porém sem estimativa de horário. 

De acordo com dados da Secretaria de Saúde da Paraíba, até o momento 223.680 doses foram recebidas, 187.892 distribuídas e 117.756 doses aplicadas em todo o estado.  

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados