Connect with us

BARRA DE SANTA ROSA

Barra de Santa Rosa e mais 12 cidades com agências bancárias sem operar

Publicado

em

Os assaltantes de banco não só levaram terror e ameaça aos paraibanos, durante o ano passado, como deixaram um rastro de transtornos para os moradores de várias cidades. Nos grandes centros, onde existem várias agências, os clientes dispõe de muitas alternativas para o serviço bancário. Mas, na maioria das cidades atacadas, a agência explodida era a única que existia e os moradores ficaram sem banco.

Somente nas regiões metropolitanas de João Pessoa e Campina Grande, 13 cidades estão nessa situação, e os clientes sendo obrigados a se deslocar para municípios vizinhos, sacrificando tempo e dinheiro de transporte, toda vez que precisar fazer uma operação financeira.

Os bancos e a Empresa de Correios e Telégrafos, que atua como correspondente bancário em vários municípios, não deram informações oficiais sobre as agências que continuam inoperantes por causa da destruição. Mas, ouvindo moradores e clientes bancários, a reportagem catalogou pelo menos 30 cidades na Paraíba com agências ou correspondentes que estão sem operação.

De acordo com os Sindicatos dos Bancários e dos trabalhadores dos Correios, mais de 150 ataques aconteceram em 2016, sendo mais de 80 explosões, 63 somente em bancos oficiais. Cidades sem serviço de correios: Alagoa Grande, Alcantil, Barra de Santa Rosa, Bayeux, Cabaceiras, Cruz das Armas (João Pessoa), Cubati, Junco do Seridó, Massaranduba, Puxinanã, Salgadinho, Santo André e Umbuzeiro.

“Já fizemos várias propostas para a Febraban, a última delas sugerindo a implantação de uma tecnologia já existente, que destrói as cédulas no momento em que o caixa é explodido. Medidas como essas iria desestimular a procura dos bandidos por esse ramo criminoso” Cláudio Lima. Secretário de Estado da Segurança.

Redação com Febraban

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

BARRA DE SANTA ROSA

Dos 223 municípios da Paraíba, apenas 99 aderem ao consórcio para compra de vacinas contra a Covid-19

Publicado

em

Dos 223 municípios que a Paraíba tem, apenas 99 municípios aderiram ao consórcio para compra de vacinas contra a Covid-19. O programa criado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) conta com 1.705 cidades interessadas em participar. O número é mínimo se comparado com o total de municípios que o país possui que ultrapassa mais de 5 mil. 

O fechamento da lista foi feito na última sexta-feira (5), prazo máximo que a FNP deu para os prefeitos manifestarem interesse em aderir ao Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras, que passa a representar mais de 125 milhões de brasileiros. 

O próximo passo é a aprovação da lista pelas respectivas Câmaras Municipais, até o próximo dia 19 e encaminhamento à FNP. Já no dia 22 deste mês, com a lista oficial de cidades aprovadas, serão conhecidos os municípios que efetivamente farão parte do consórcio. Além de doses dos imunizantes, o consórcio também pretende comprar equipamentos, medicamentos e insumos necessários no combate à pandemia.

Vale destacar que esse consórcio não é para compra imediata dos imunizantes. Ele funciona como um plano B, para que os municípios tenham segurança jurídica no caso de o Plano Nacional de Imunização do governo federal não dar conta de suprir toda a população. 

Confira a lista oficial dos municípios que fecharam participação no consórcio. O ClickPB teve acesso com exclusividade:

ClickPB

Continue lendo

BARRA DE SANTA ROSA

Deputado Chió busca recursos em Brasília para construção do Açude Sabão em Barra de Santa Rosa

Publicado

em

O deputado estadual Chió (Rede/PB) recorreu a bancada federal paraibana em busca de Emendas Parlamentares para obras hídricas estruturantes no Brejo e Curimataú paraibano.

De forma oficial o parlamentar pediu apoio dos doze deputados federais paraibanos e dos três senadores para a construção do Açude Sabão, localizado no município de Barra de Santa Rosa, que atenderá também a cidade de Algodão de Jandaíra. Orçado em mais de R$ 23 milhões e com capacidade para 21.000.000, 00 m³ de água, o projeto técnico já está pronto, necessitando de recursos.

Chió solicitou ainda, Emendas Parlamentares para a elaboração do projeto e construção de uma adutora que levará água do sistema Boqueirão/Campina Grande, para as regiões do Brejo e Agreste paraibano, que sofrem há mais de vinte anos com o desabastecimento constante.

“O Brejo paraibano é uma das regiões mais populosas da Paraíba e nos últimos anos tem enfrentado enormes dificuldades relacionadas ao desabastecimento. São cidades inteiras sem água nas torneiras. Além de projetos imediatos e alternativos, a exemplo da perfuração de poços e adutoras emergenciais, precisamos olhar para o futuro, através de um projeto definitivo, que garanta a sustentabilidade dessas cidades”, justificou o deputado.

Ainda de acordo com Chió, a adutora ‘Boqueirão – Nova Camará’ beneficiará diretamente cidades como Areial, Areia, Esperança, Montadas, Remígio, São Sebastião de Lagoa de Roça, podendo levar água até as cidades de Casserengue e Solânea. “Estamos falando do desenvolvimento e do futuro de uma das regiões mais produtivas e turísticas da Paraíba. Tenho certeza de que os nossos parlamentares federais irão se sensibilizar e ajudar o Governo do Estado com recursos, para que possamos matar a sede da população”, finalizou o deputado Chió.

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados