Connect with us

PARAÍBA

Benjamin discute com ministro da Justiça ataques a bancos na PB

Publicado

em

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) se reunirá com o ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, na próxima quinta-feira (17), para tratar sobre o crescente número de ocorrências contra instituições bancárias ou correspondentes registrados na Paraíba. “As autoridades policiais do Estado perderam o controle, inclusive o próprio secretário já assumiu que não tem o que fazer. Precisamos de ajuda da Força Nacional. O que não é dá é pra assistir a tudo isso e não fazer nada”, comentou.

Segundo acompanhamento feito pelo Sindicato dos Bancários, este ano, já foram registradas 86 ocorrências contra agências, sendo 50 explosões, três assaltos, 27 arrombamentos, três tentativas e três ‘saidinhas de banco’. Benjamin ressalta que não existe estatística oficial sobre ações contra lotéricas e agências dos correios. Mas lembra que todas as semanas também são noticiados casos de violência contra essas unidades.

“Durante as ações dos bandidos, as cidades ficam sitiadas. A polícia admite que não atende as ocorrências pois não tem armamento para combater os criminosos. Os estabelecimentos comerciais não querem mais abrigar caixas eletrônicos. As pessoas estão com medo de morar ao lado de bancos. Muitas pessoas tiveram as suas casas danificadas após as explosões e muitas cidades não possuem mais correspondentes bancários, pois após as explosões os bancos não querem mais reabrir”, pontuou.

O deputado disse que vai conversar com o ministro sobre o problema e espera sair da audiência com algum encaminhamento para a questão. Ele lembrou ainda que além do problema de segurança, com falta de policiais, armamentos e estrutura, existe ainda a questão em relação à comercialização da dinamite usada nas explosões. “Não existe uma regulamentação e nem fiscalização efetiva. Também é necessário discutir esse assunto”, defendeu.

MaisPB

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Empresário José Carlos, dono do Grupo São Braz e da Rede Paraíba de Comunicação, morre vítima de covid-19

Publicado

em

Faleceu nesta sexta-feira (05) em decorrência da Covid-19 o empresário paraibano José Carlos da Silva Júnior, dono do Sistema Paraíba de Comunicação e do Grupo São Braz. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o dia 18 de fevereiro após testar positivo para a covid-19 e acabou não resistindo a uma parada cardiorrespiratória. De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, inicialmente José Carlos não manifestou sintomas do novo coronavírus, mas foi internado mesmo assim como forma de prevenção, já que possuía comorbidades e em razão da idade avançada.

José Carlos tinha 93 anos de idade e já ocupou o cargo de senador da Paraíba entre os anos de setembro de 1996 e janeiro de 1997 e de junho a novembro de 1999, quando suplente de Ronaldo Cunha Lima. Ele também foi vice-governador da Paraíba de 1983 a 1986, durante a gestão de Wilson Braga. Wilson Braga também faleceu vítima de covid-19 no mês de maio de 2020.

Natural de Campina Grande, José Carlos era casado com Virgília Henriques de Oliveira Carlos, que faleceu em 2015 aos 89 anos de idade. Ele deixa três filhos: Ricardo Carlos, Eduardo Carlos e Eliane Freire.

Ainda no início da pandemia de covid-19, José Carlos perdeu um neto vítima da doença. Mateus Carlos tinha 34 anos de idade e faleceu no dia 30 de março de 2020, quando estava internado no Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa. Mateus foi um dos primeiros paraibanos a falecer em decorrência do novo coronavírus.

O empresário Eduardo Carlos, pai de Mateus e filho de José Carlos, permanece internado em São Paulo, no Hospital Sírio Libanês se tratando da covid-19. Ele foi internado pouco após o seu pai. 

Continue lendo

PARAÍBA

Com chegada de novas remessas da vacina contra a Covid-19, idosos de 70 a 80 anos na Paraíba serão imunizados até março

Publicado

em

Com a chegada de novas remessas da vacina contra a Covid-19, nesta quarta-feira (3) na Paraíba, a imunização de idosos de 70 a 80 anos na Paraíba será efetivada. A estimativa, segundo o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, em entrevista ao ClickPB, é de que toda a população nessa faixa etária seja imunizada durante todo o mês de março, além dos profissionais de Saúde da linha de frente de combate ao coronavírus. Atualmente estão recebendo as doses os idosos com mais de 75 anos.

De acordo com ele, com a continuidade do envio das remessas das doses de vacinas, no cronograma previsto no Plano Nacional do Ministério da Saúde, conforme forem chegando novas remessas o público alvo será ampliado, sendo assim, a próxima faixa etária será de idosos entre 60 e 69 anos.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quarta-feira (3), a Paraíba já passa de 224.287 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, com 4.588 mortes confirmadas. São 1.118 novos casos e mais 30 mortes na última atualização. Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença e 206 cidades registraram óbitos.

ClickPB

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados