Connect with us

POLÍTICA

Buba Germano diz que Cartaxo deveria se preocupar com obra da Beira Rio

Publicado

em

O deputado estadual Buba Germano (PSB) criticou na manhã desta terça-feira (08) a interferência do prefeito Luciano Cartaxo em relação à transferência da sede da Assembleia Legislativa para a Avenida Epitácio Pessoa.

Na opinião de Buba, o prefeito deveria procurar dar celeridade a obras referentes a mobilidade urbana, como a da Avenida Beira Rio. “A minha preocupação é que em quatro anos a gente não conseguiu concluir uma ‘banda’ da passagem, imagino que com mais quatro não consiga também o outro lado”, declarou o deputado.

Para Buba, o que importa no momento é a comodidade dos deputados e as condições de trabalho encontradas no atual prédio, que fica localizado na Praça dos Três Poderes. “Estamos procurando condições de trabalho para que a gente ofereça também, inclusive pra própria população uma condição melhor de recebermos aqui”, ressalta Buba Germano.

Ele questiona a péssima infraestrutura encontrada diariamente pelos deputados. “Como podemos ficar em um prédio que tem 36 deputados e 14 vagas para estacionamento e os gabinetes feitos gambiarras?”, interroga o parlamentar.

Ao contrário do que afirma o prefeito Luciano Cartaxo, Buba acredita que não haverá prejuízo para o Centro Histórico da capital com a mudança de endereço da sede do Poder Legislativo. “Nós não vamos apagar da história a Praça dos Três Poderes”, ressalta Buba.

O deputado Hervázio Bezerra (PSB), líder da bancada do Governo na Assembleia Legislativa, disse que vai aguardar a posição da Mesa Diretora e do presidente Adriano Galdino sobre a “sugestão” do prefeito. “Toda e qualquer avaliação, interpretação, sugestão, crítica, censura é legítima, assim como nós temos também algumas críticas a fazer ao prefeito e à sua gestão, ele também pode como cidadão e como prefeito da cidade manifestar a sua posição com relação à transferência da Assembleia, até porque ele foi vereador, foi deputado desta Casa”, declarou Hervázio.

Para Hervázio, as condições inadequadas das atuais instalações da Assembleia já são de conhecimento público.

Já o deputado João Gonçalves (PDT) confessou que não é simpático à ideia de transferência da sede da Assembleia Legislativa. “Me preocupo com a questão de sair o poder aqui da Praça e descaracterizar os Três Poderes”, declarou o deputado.

O deputado Renato Gadelha (PSC), por sua vez, defendeu a discussão sobre o assunto em uma audiência pública, que ele pretende convocar. De acordo com Renato, ele é contra a mudança porque tem recebido a manifestação de entidades culturais como Academia Paraibana de Letras e Instituto Histórico e Geográfico da Paraíba. “Eu acho que esses recursos poderiam ser utilizados aqui em uma reforma ampla”, defendeu Renato.

O parlamentar também se preocupa com o agravamento da mobilidade urbana na Avenida Epitácio Pessoa. Renato disse, no entanto, que o posicionamento do prefeito é apenas uma sugestão. “Ele não pode interferir aqui nessa situação, ele é prefeito do Município, a Assembleia não é um órgão subordinado ao Executivo, nem ao Judiciário, muito menos à Prefeitura de João Pessoa. É apenas uma sugestão”, disse Renato Gadelha.

O Governo do Estado doou o prédio onde funcionou o antigo Paraiban, na Avenida Epitácio, Pessoa, com o objetivo de transferir a sede do Poder Legislativo.

ClickPB

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍTICA

Município de Araçagi elege a primeira vereadora surda da Paraíba

Publicado

em

A Câmara Municipal de Araçagi, no interior da Paraíba, terá que se adaptar e se preparar para a próxima legislatura que terá início a partir do dia 1º de janeiro de 2021, quando tomarão posse os vereadores eleitos no pleito do último dia 15. O plenário da Câmara terá que se adequar para a atuação da vereadora Kelinha de Naldo (Cidadania) – na foto -, provavelmente a primeira pessoa surda eleita vereadora em uma cidade paraibana.

Ana Kelly Nunes Bezerra, a Kelinha de Naldo, de 24 anos, recebeu 421 votos e irá compor o quadro de onze vereadores que atuarão pelos próximos quatro anos na Câmara de Araçagi. Quarenta e sete candidatos disputaram as onze vagas a vereador na cidade. Casada, estudante e natural de Guarabira, Ana Kelly é surda e só se comunica por meio de sinais. Pelo Facebook, ela gravou uma mensagem de agradecimento pelos votos recebidos na eleição do último domingo e que pode ser conferida clicando aqui.

Ela e outros cinco vereadores também eleitos pelo Cidadania (Toinho do Empréstimo, Marinaldo, William de Bajola, Jandilson Figueiredo e Fabiana de Tarcísio do Abacaxi) são maioria em plenário e vão compor a bancada de oposição à prefeita eleita, Josilda Macena (PSDB). A nova prefeita vai contar com o apoio de cinco vereadores também eleitos pelo PSDB: Paula de Casquinha, Josué Benício, Givaldo Porfírio, Melqui Gomes e Beto Mariano.

Na eleição do dia 15, o atual prefeito da cidade, Murilo Nunes (Cidadania), que havia sido eleito em 2016 pelo PSB, perdeu a reeleição obtendo 5.231 votos, o equivalente a 47,55% dos votos válidos. Ele disputou a prefeitura pela coligação ‘O trabalho não pode parar’, que ainda tinha o MDB na chapa. Já Josilda Macena encabeçava a coligação ‘Araçagi, o povo pode mais’, com DEM e PSD, e obteve 5.577 votos (50,70%). Em terceiro lugar ficou o candidato do PCdoB, Doutor Jorge, com apenas 192 votos (1,75%)

Araçagi, com pouco mais de 17 mil habitantes e distante a 64 quilômetros da capital paraibana, João Pessoa, é um município localizado na Região do Brejo, polarizada pela cidade de Guarabira, terra natal de Kelinha de Naldo.

Redação

Continue lendo

POLÍTICA

Pesquisa Opinião: Cícero lidera 2º turno em JP com 43,5%; Nilvan tem 32,1%

Publicado

em

A primeira pesquisa de intenções de voto para o segundo turno das eleições municipais em João Pessoa foi divulgada neste domingo (22) pelo Portal Mais PB. O levantamento foi feito pelo Instituto Opinião, de Campina Grande. Cícero Lucena (Progressistas) e Nilvan Ferreira (MDB) disputam a prefeitura da Capital no próximo domingo (29).

Faltando apenas uma semana para o pleito, Cícero Lucena aparece com 43,5% enquanto o emedebista Nilvan Ferreira tem 32,1%.

No total, foram entrevistados 800 eleitores da capital paraibana na quinta (19) e sexta-feira (20). Entre os questionados, 15,4% informaram que irão votar nulo, branco ou em nenhum dos candidatos no próximo domingo. Indecisos somam 9%.

A pesquisa eleitoral está registrada sob o protocolo PB-01053/2020.

Paraíba Já

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados