Connect with us

ENTRETENIMENTO

Câmera subjetiva emociona espectadores de Velho Chico

Publicado

em

A morte inesperada de Domingos Montagner, protagonista de Velho Chico, forçou a produção da novela global a encontrar uma alternativa para a ausência do personagem nos últimos capítulos. A solução encontrada pelo diretor Bruno Luperi foi adotar uma câmera subjetiva para representar Santo, fazendo com o que o espectador veja as cenas como se pelos olhos do protagonista.

A escolha foi aprovada pelos fãs da novela, que comentaram, nas redes sociais, a emoção que sentiram ao assistir a novela sem Montagner.

Domingos Montagner se afogou no rio São Francisco no último dia 15, enquanto mergulhava com a atriz e colega de elenco Camila Pitanga. Eles celebravam o fim das filmagens da novela na região.

Confira a repercussão do primeiro episódio de Velho Chico sem Montagner. A novela exibe seu capítulo final no próximo dia 30.

 

vc1vc2

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ENTRETENIMENTO

Aos 39 anos, ator de A Praça é Nossa morre vítima de Covid-19

Publicado

em

O ator e bailarino Kleber Lopes morreu neste domingo (7) vítima de Covid-19. Ele tinha 39 anos e sofreu uma parada cardíaca que, segundo os médicos, está associada ao quadro desenvolvido pelo vírus.

De acordo com nota divulgada pelo SBT, ele estava internado desde sábado (6) no Hospital Municipal de Urgência, em Guarulhos, por causa da piora do quadro de saúde.

No elenco oficial de A Praça é Nossa desde 2016, Lopes interpretava o personagem Ricky Marcos, uma paródia do cantor Ricky Martin.

Kléber Lopes é o segundo ator do elenco de A Praça é Nossa a contrair o coronavírus. Antes dele, Carlos Alberto Nóbrega, que comanda o programa, também se contaminou com o vírus e chegou a ficar internado. Porém, já teve alta e se recupera em casa.  

Revista Fórum

Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Neymar é investigado e pode ser intimado por homofobia após ameaças ao ex-padrasto

Publicado

em

Neymar Jr. será investigado e poderá ser intimado a prestar esclarecimentos à polícia por conta dos desdobramentos do episódio em que chamou Tiago Ramos, seu ex-padrasto, de “viadinho” durante uma conversa com seu grupo de amigos. A troca de mensagens acabou vazando na web em junho do ano passado. Agripino Magalhães, ativista LGBTQ+, passou a receber ameaças de morte após denunciar o jogador por homofobia ao Ministério Público, que encaminhou o caso à Secretaria de Segurança Pública. O pedido foi acatado, e o inquérito, instaurado.

Na portaria emitida pelo delegado Igor Vilhora, do 15º DP de São Paulo, é apontado que o ativista passou a receber ameaças de morte desde que denunciou o atleta. Por essa razão, instaurou o inquérito, e Agripino é aguardado para prestar depoimento na próxima quarta-feira (10). Neymar foi fichado como “investigado” e poderá ser intimado a qualquer momento.

A reportagem procurou os representantes de Neymar, que não responderam até a publicação deste texto. Angelo Carbone, advogado do ativista, disse que as falas do jogador podem incitar a propagação do ódio aos LGBTs.

 

“Ele é um influenciador. A partir do momento em que fala com naturalidade algo que possa se enquadrar em crime de homofobia, ele incentiva seus fãs a terem o mesmo comportamento”, disse Carbone.

(…)

Do Notícias da TV:

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados