Connect with us

SAÚDE

Cérebro maior não é sinônimo de mais inteligência, diz estudo

Publicado

em

Ter um cérebro maior não é garantia de ter um QI mais alto, já que o que importa é como está estruturada a massa cinza – é o que revelou um extenso estudo que cruza os dados de dezenas de pesquisas anteriores.

Os dados mostram claramente que os cientistas “superestimaram” a suposta relação entre o tamanho do cérebro e o rendimento intelectual, explicou nesta quarta-feira à agência APA o diretor do estudo, Jakob Pietschnig, da Universidade de Viena.

O pesquisador afirmou que o fator decisivo é “a estrutura do córtex, o mesencéfalo (cérebro médio) e o cerebelo, e o fato de que a matéria branca esteja conectada com a matéria cinza de uma forma ótima”.

O estudo foi publicado na revista Neuroscience & Biobehavioral Reviews na semana passada, depois que Pietschnig e sua equipe realizaram uma metanálise a partir de mais de 88 estudos, com mais de 8.000 participantes.

Os dados mostram que os homens, apesar de terem um cérebro maior do que o das mulheres, não têm mais habilidades cognitivas.

As pessoas com um cérebro anormalmente grande, condição conhecida como megaencefalia, têm em média um rendimento menor nos testes de QI, afirmou Pietschnig.

A mesma lógica aplica-se ao reino animal, afirmam os cientistas, que dão como exemplo o cachalote, que com um cérebro de nove quilos deveria ser o animal mais inteligente do planeta, mas não é.

UOL

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

SAÚDE

Paraíba confirma 131 novos casos e 8 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h; total de mortes chega a 3.256 e 142.588 infectados

Publicado

em

A Paraíba registrou 131 novos casos de Covid-19 e 08 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde ao ClickPB nesta segunda-feira (23), 142.588 pessoas já contraíram a doença, 113.528 já se recuperaram e 3.256, infelizmente, faleceram. Até o momento, 450.308 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 142.588
  • Casos Descartados: 194.803
  • Óbitos confirmados: 3.256
  • Casos recuperados: 113.528

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 45%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 53%. Em Campina Grande estão ocupados 37% dos leitos de UTI adulto e no sertão 57% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 131, nos quais 05 municípios concentram 66 casos, o que representa 50,38% dos casos em toda a Paraíba. São eles: 

João Pessoa, com 28 novos casos, totalizando 36.167; Campina Grande, com 16 novos casos, totalizando 14.281; Alagoinha, com 09 casos novos, totalizando 1.088; Arara, com 07 novos casos, totalizando 247; Santa Rita, com 04 novos casos, totalizando 3.732.  

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 23/11, sujeitos a alteração por parte dos municípios. 

Até hoje, 179 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 08 óbitos registrados nesta segunda ocorreram em residentes de 02 municípios, nos dias 20, 22 e 23 de novembro. Os pacientes tinham idade entre 30 e 90 anos. Dos locais, três ocorreram em hospitais privados e os demais em hospitais públicos.

Homem, 65 anos, residente em Campina Grande. Diabético e obeso. Início dos sintomas 06/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/11/2020. 

Homem, 30 anos, residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas 27/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 23/11/2020. 

Mulher, 90 anos, residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas 03/11/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 22/11/2020. 

Mulher, 72 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa. Início dos sintomas 29/10/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 22/11/2020. 

Homem, 69 anos, residente em João Pessoa. Diabético e cardiopata. Início dos sintomas 01/11/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 22/11/2020. 

Mulher, 52 anos, residente em João Pessoa. Comorbidade não informada. Início dos sintomas 28/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 22/11/2020. 

Homem, 71 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e cardiopata. Início dos sintomas 31/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/11/2020. 

Mulher, 54 anos, residente em Campina Grande. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas 14/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 20/11/2020. 

Continue lendo

SAÚDE

NOVEMBRO AZUL: Serlares dá dicas de alimentos que ajudam na prevenção do cancer de próstata

Publicado

em

A Serlares, referência em refeições corporativas no Nordeste há quase 50 anos, está na luta em prol da conscientização dos clientes e colaboradores para a prevenção ao câncer de próstata.

Responsável por produzir mais de 30 mil refeições por dia, em seus 60 restaurantes corporativos, a Serlares entende que manter uma alimentação saudável e equilibrada faz a diferença para evitar a doença. Janaína Barros, uma de nossas nutricionista, listou alguns alimentos que são importantes para a prevenção:

·         Frutas

·         Legumes

·         Verduras

·         Grãos

·         Cereais integrais

·         Leite

·         Alho

·         Cebola

·         Brócolis

·         Peixes

·         Chá verde

Possuir hábitos saudáveis também é uma boa forma de evitar o câncer de próstata. Praticar exercício físico por pelo menos 30 minutos ao dia, não fumar, diminuir o consumo de álcool e produtos industrializados e manter o peso adequado à altura são algumas das recomendações que ajudam a prevenir essa e outras doenças.

Internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao combate ao câncer de próstata, o mês de novembro surge como um alerta. De acordo com estimativas do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), é uma das doenças mais frequentes entre os homens. Ainda segundo o instituto, a pouca procura ao urologista muitas vezes contribui para o avanço silencioso da doença.

Apesar de comum, o medo ou desconhecimento ainda fazem com que os homens prefiram não conversar sobre esse assunto. Porém, detectada precocemente a doença tem grandes chances de cura.

É importante ressaltar que essas dicas não vão impedir que uma pessoa tenha câncer de próstata, mas ajudam a diminuir os riscos de se adquirir a doença.

BoaNotícia

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados