Connect with us

POLÍTICA

Defensor da permanência de Cunha, deputado Manoel Júnior ‘emplaca’ irmã em cargo federal

Publicado

em

Mesmo sendo aliado  do principal articulador do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), o deputado paraibano Manoel Júnior (PMDB) não tem motivos para reclamar do tratamento que vem recebendo do Governo Federal.

Esta semana, o Diário Oficial da União (DOU) publicou a nomeação de Kilza Ribeiro Alves de Freitas Paixão, irmã do deputado Manoel Júnior, para exercer o cargo de chefe da Divisão de Convênios do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde na Paraíba.

Manoel Júnior é apontado pela mídia nacional como um dos integrantes da “tropa de choque” do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), principal algoz da presidente Dilma e denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por possuir contas bancárias secretas na Suíça.

A relação do parlamentar paraibano com Cunha é tanta que ele foi o autor do recurso que acabou culminando com o afastamento do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) da relatoria do processo contra o presidente da Câmara no Conselho de Ética.

O afastamento de Fausto Pinato da relatoria acabou retardando ainda mais o andamento do processo que pede cassar o mandato de Eduardo Cunha.

Manoel Júnior (PMDB) também apresentou, nesta quarta-feira, requerimento pedindo o adiamento de mais cinco dias para que o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Federal apreciasse o parecer de Pinato.

O requerimento do deputado paraibano, no entanto, foi derrubado, com o voto do presidente do Conselho, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA). “Não é o deputado Manoel Junior quem vai ditar as ordens aqui”, disse o parlamentar baiano.

PBAGORA

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍTICA

Ex-vice-presidente da República Marco Maciel é diagnosticado com Covid-19, no DF

Publicado

em

O ex-vice-presidente da República Marco Maciel foi diagnosticado com Covid-19. Neste sábado (6), ele foi levado ao hospital DF Star, em Brasília, para uma bateria de exames, que constataram a doença.

De acordo com a esposa do político, Ana Maria Maciel, ele está sendo tratado em casa, com orientação médica. “Apesar do susto , está tudo controlado e ele está estável. Estamos confiantes que a vacina tomada, não deixe agravar”, afirma.

Marco Maciel recebeu a primeira dose da vacina da AstraZeneca/Oxford. A segunda dose, só será aplicada entre o final do mês de abril ou começo de maio.

O ex-vice-presidente, completou 80 anos em agosto de 2020, e sofre de Alzheimer desde 2014.

G1

Continue lendo

POLÍTICA

Lula é o nome mais forte para derrotar Bolsonaro e espantar o fascismo do Brasil, aponta pesquisa

Publicado

em

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi mantido como preso político durante 580 dias pelo ex-juiz Sérgio Moro para garantir a ascensão da extrema-direita no Brasil, hoje é o nome mais forte para vencê-lo. “Em pesquisa de opinião que mede o potencial de voto de dez possíveis candidatos nas eleições presidenciais de 2022, apenas o ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva demonstra ter mais capital político que o atual ocupante do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro”, aponta reportagem de Daniel  Bramatti, no jornal Estado de S. Paulo.

“No levantamento, feito pelo Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria), novo instituto de pesquisas da estatística Márcia Cavallari (ex-Ibope), 50% dos entrevistados disseram que votariam com certeza ou poderiam votar em Lula se ele se candidatasse novamente à Presidência, e 44% afirmaram que não o escolheriam de jeito nenhum. Bolsonaro aparece com 12 pontos porcentuais a menos no potencial de voto (38%), e 12 a mais na rejeição (56%)”, aponta ainda o texto. Atrás de Lula e Bolsonaro no ranking de potencial de voto estão Sérgio Moro (31%), Luciano Huck (28%), Fernando Haddad (27%), Ciro Gomes (25%), Marina Silva (21%), Luiz Henrique Mandetta (15%), João Doria (15%) e Guilherme Boulos (10%).

Brasil 247

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados