Coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol classifica soltura de José Dirceu como “incoerente”.

O procurador citou casos em que o STF negou soltar os réus; Gilmar Mendes rebateu, e disse que a postura de Dallagnol é uma “brincadeira quase juvenil”.

Marco Antonio Villa comenta: Hoje nos arraiais do PT deve haver o grito de guerra “Gilmar Mendes guerreiro do povo brasileiro”.

Infelizmente querem destruir a Lava Jato, que incomoda toda a elite dirigente dos três poderes.

A grande questão é que a Lava Jato está se aproximando do grande capital. Essa república podre quer sobreviver usando todos os artifícios que comprometem o estado de Direito.

A consequência é o extremismo. Hoje muita gente pede a volta da Ditadura.

A decisão de ontem é uma vergonha.

Dias Toffoli já foi subordinado a Dirceu.

Lewandowski já falou em restaurante que estava com a “faca no pescoço” e não poderia impedir o recebimento de denúncia contra Dirceu no mensalão.