Connect with us

ESPORTES

Fim do jejum: Vasco vence Botafogo e é campeão carioca após 12 anos; vitória foi de 2x 1

Publicado

em

 

 Com certa dose de drama, o Vasco conseguiu encerrar jejum de 12 anos no Campeonato Carioca. O Cruzmaltino venceu o Botafogo neste domingo, no Maracanã, e levou o troféu estadual. A vitória por 2 a 1 foi garantida com gols de Rafael Silva, herói também no primeiro jogo decisivo, e de Gilberto. Diego Jardel fez o gol alvinegro na final.

Sob comando de Doriva, o clube cruzmaltino volta a ser protagonista no estado e confirma reconstrução após retornar à elite do futebol nacional em 2014. O presidente Eurico Miranda, de volta ao clube após seis anos afastado, fica ainda mais em alta com os torcedores do Vasco após o título.

Fases do jogo

A necessidade de ir para jogo deixou o Botafogo mais presente no ataque durante os minutos iniciais do jogo. O Vasco, retraído, se limitava aos chutes para a frente e se concentrava em fechar a defesa, com ajuda de Guiñazu e Serginho. A partir dos 15min, o clássico ficou mais equilibrado. O Cruzmaltino assustou com jogada ensaiada, em que Luan por pouco não completou.

Com a arma do contra-ataque, o Vasco fez o Botafogo parar. Assustado com a velocidade adversária, o time de René Simões perdeu a ofensividade a partir dos 25min e abriu espaço para o Vasco crescer. Aos 45min, o Cruzmaltino chegou ao 1 a 0.

Marcelo Mattos errou na saída de bola. Sem chance de recuperação, o Botafogo viu a bola cair nos pés de Guiñazu. O volante argentino encontrou Rafael Silva, que tocou no canto para vencer o goleiro Renan.

O gol sofrido no final do primeiro tempo teve péssimo efeito para o Botafogo, que foi ao vestiário ainda mais pressionado e voltou a campo com ainda mais dificuldade para se impor. O Vasco passou a administrar a vantagem.

Até os 29min. Guiñazu perdeu bola para Gilberto, que encaixou passe perfeito para Diego Jardel. O meia saiu livre na cara de Martín Silva e tocou rasteiro para empatar em 1 a 1. O clássico, até então morno, ganhou em emoção.

A expulsão do volante Fernandes, porém, diminuiu o poder do Botafogo para pressionar o rival no fim. O Vasco ainda teve tempo de finalizar campanha no Carioca com vitória. Gilberto marcou aos 48min do segundo tempo com chute cruzado e fez a festa da torcida cruzmaltina, em grande maioria no Maracanã.

Melhor: Rafael Silva, do Vasco – Herói dos dois jogos decisivos do Carioca. Longe de ser protagonista no elenco, o atacante conseguiu ter todos os holofotes. Neste domingo, foi certeiro na finalização que abriu o placar da final. Também ajudou na marcação, com muita velocidade.

Pior: Tomas, do Botafogo – Distraído, o meia não esteve bem na organização do meio-campo alvinegro. Tanto é que René não esperou para tirá-lo. No intervalo, Tomas deixou o time.

Chave do jogo: O gol de Rafael Silva deu tranquilidade ao Vasco, que foi ao intervalo em vantagem numérica, mas também psicológica.

Para lembrar

Em maioria no Maracanã, torcedores vascaínos decidiram acompanhar a partida no setor destinado à torcida do Botafogo. A situação causou confusão antes do início da final, com os alvinegros tentando encontrar intrusos. A polícia começou a agir somente depois de algumas confusões.

O juiz Wagner do Nascimento Magalhães usou a tática de segurar o ímpeto dos atletas através de cartões amarelos. Somente no primeiro tempo da final, foram seis advertências distribuídas.


UOL

Continue lendo

ESPORTES

Jogadores negros do Fortaleza entram em campo com camiseta contra o racismo

Publicado

em

Jogadores do Fortaleza entraram em campo com algumas camisetas especiais antes da partida desta quarta-feira (2) contra o Corinthians pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na camisa as listras azul, vermelha e branca formavam um alvo.

“Os atletas negros do nosso elenco entraram com uma camisa que representa como os negros se sentem todos os dias: com um alvo nas costas. A cada 100 vítimas de homicídio no Brasil, 75 são negras”, disse o clube no Facebook.

“Nossa ação acontece para apoiar todos os atletas negros que já sofreram ataques racistas dentro e fora do campo e também para protestar por uma revisão de lei do esporte, que não pune a injúria racial como crime de racismo, quando vinda de torcedores (CBJD – artigo 243-G)”, acrescentou. 

O Fortaleza ocupa a nona posição no torneio nacional, com 29 pontos. 

Brasil 247

Continue lendo

ESPORTES

Diego Maradona morre aos 60 anos

Publicado

em

Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira, 25, ao 60 anos. O ídolo argentino sofreu uma parada cardíaca em sua casa em Tigre, na região de Buenos Aires, na Argentina. A informação foi divulgada incialmente pelo jornal Clarín.

O ex-jogador sofreu uma delicada cirurgia no cérebro no começo do mês e recebeu alta oito dias depois.

Campeão mundial na Copa de 1986, quando ficou eternizado pelos gols que marcou contra a seleção da Inglaterra, o craque argentino passou recentemente por uma cirurgia para drenar uma pequena hemorragia no cérebro.

O médico Leopoldo Luque afirmou na ocasião que a cirurgia era considerada simples, mas havia preocupação pela condição de saúde do ex-jogador.

G1

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados