Connect with us

PARAÍBA

Forças de Segurança da Paraíba monitoram ocorrências eleitorais a partir desta sexta

Publicado

em

Desde as 10 h desta sexta-feira (30), gestores das Forças de Segurança da Paraíba estão realizando os trabalhos de monitoramento das ações policiais durante as Eleições 2016 em Centros de Comando e Controle (CCC). As estruturas foram instaladas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos, a fim de possibilitar o encaminhamento direto de demandas por parte dos juízes eleitorais e, por consequência, a repressão imediata a crimes eleitorais e os de outra natureza, por meio da integração entre Polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e instituições como Polícia Federal, Rodoviária Federal e Exército Brasileiro, entre outras.

De acordo com o secretário da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, a instalação dos CCC acontece desde 2012. “Em pleitos anteriores, os órgãos da Segurança Pública atuavam de maneira isolada, o que dificultava o trabalho da Justiça Eleitoral. Os Centros são significativos dentro de um novo contexto, que é de integração entre as forças policiais do Estado e órgãos federais, trazendo uma demonstração de que quando há união, há uma capacidade muito maior de resposta imediata, para aperfeiçoar o processo democrático e garantir o direito fundamental e soberano do voto”, frisou o secretário, durante a abertura dos trabalhos do Centro de Comando de João Pessoa, que contou com a presença do presidente do TRE, desembargador José Aurélio da Cruz.

O comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, acrescentou que os Centros são essenciais para solucionar possíveis problemas proativamente, de acordo com as ocorrências georreferenciadas. “Esperamos contribuir para um pleito tranquilo desde já, pois este é um órgão coordenado pela Justiça Eleitoral, no qual há análise e gestão em todos os níveis, estabelecendo leituras e distribuindo as ocorrências para quem tem autoridade no processo decisório específico ou genérico”, destacou.

‘Lei Seca’ no domingo – No Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (29) foi publicada uma portaria assinada pelo secretário Cláudio Lima, que proíbe a venda de bebidas alcoólicas na Paraíba desde as 6h até 18h do domingo, dia da eleição.

A medida considera a necessidade de manter a ordem pública e a segurança em todo o território paraibano, assim como garantir o exercício pleno e universal do pleito, e deve ser cumprida pelas Polícias Militar e Civil com suas unidades subordinadas.

Policiamento na Capital e no interior – Em todas as cidades paraibanas os policiais militares já estão prontos para receberem as urnas do TRE e guardá-las até o início da votação. São mais de 7 mil policiais militares e 1.200 viaturas que vão reforçar a segurança nas eleições, em toda a Paraíba.

Já a Polícia Civil está empregando um efetivo de 1.062 homens e mulheres distribuídos em 230 equipes, durante as eleições deste ano. O efetivo será deslocado para as maiores cidades do Estado, juntamente com as equipes de plantão e expediente, atuando em ocorrências de crimes comuns e nas ocorrências eleitorais, de forma supletiva, nas cidades em que não haverá cobertura da Polícia Federal.

Para o pleito deste ano, o Corpo de Bombeiros emprega 222 militares, que desde a última quarta-feira (28) começaram a ser enviados para as diversas cidades. Os bombeiros atuam, durante as eleições, tanto preventivamente – nas áreas de combate a incêndio, busca e salvamento e atendimento pré-hospitalar; quanto ativamente nos casos de emergência. Viaturas das três modalidades de atuação da corporação serão posicionadas em pontos estratégicos, tanto nos centros de comando e controle – em João Pessoa, Campina Grande e Patos – quanto em estradas e nos principais corredores dos municípios mais movimentados.

Paraibaja

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Polícia Federal e CGU deflagram operação contra fraudes no Incra e Dnocs na Paraíba

Publicado

em

A Polícia Federal e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram nesta quarta-feira (25), uma operação contra fraudes no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e Prefeitura de Araruna, na Paraíba. De acordo com as primeiras informações apuradas pelo Portal ClickPB, os mandados estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em João Pessoa, Araruna, na Paraíba e Parnamirim, no Rio Grande do Norte. 

Segundo a Polícia Federal, quatro servidores federais foram afastados e tiveram seus bens bloqueados. 

A Operação Poço Sem Fundo foi autorizada pela Justiça Federal e apura crimes relacionados ao desvio de recursos públicos destinados à perfuração de poços e implantação de sistemas simplificados de abastecimento de água na Paraíba.

Ainda de acordo com informações apuradas pelo Portal ClickPB, os contratos investigados e as dispensas de licitações gira em torno de R$ 54 milhões.

A investigação também apura o superfaturamento dos contratos, atos de corrupção passiva e ativa, e de lavagem de dinheiro mediante a utilização de contas bancárias de empresas interpostas para dissimulação de movimentações financeiras.

Participam da operação 70 policiais e sete auditores.

ClickPB

 
 

 

Continue lendo

PARAÍBA

Covid-19: CG apresenta aumento de 130% nos casos em uma semana, diz estudo

Publicado

em

O professor Josenildo Brito de Oliveira, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), publicou na segunda-feira (23) mais um relatório de pesquisa sobre o trabalho que analisa os número da pandemia de Covid-19 no Brasil, em São Paulo, na Paraíba e, especificamente, nas cidades de João Pessoa e Campina Grande.

O estudo busca estimar, de acordo com os dados obtidos, os números de novos casos e óbitos decorrentes da doença, objetivando otimizar seu enfrentamento. E os números na Paraíba, esta semana, preocupam os pesquisadores.

Segundo o relatório, o estado registrou um aumento no número de novos casos desde a última semana, algo em torno de 21%. Campina Grande apresentou crescimento ainda mais alarmante: dentro de uma semana, os registros de novos casos da Covid-19 subiram 130%.

“A Paraíba já havia aumentado na semana anterior, 44%, e segue em alta. Campina Grande também preocupa. Pela curva que se vê no gráfico de novos casos, é possível pensar, sim, que há uma tendência de início de uma segunda onda da pandemia na cidade”, explicou o professor.

Até o próximo sábado, dia 28, o estudo estima que a Paraíba alcançará os 146.284 casos da doença, registrando 3.282 óbitos. Campina Grande possivelmente chegará aos 14.536 casos, com 416 mortes contabilizadas.

O projeto estuda dados obtidos através do site da Universidade Johns Hopkins (EUA) e do Ministério da Saúde e governos de PB e SP. Também conta com a colaboração do estudante Pedro Barbosa (UAEP/CCT).

Na tabela a seguir é possível identificar as projeções para os próximos 14 dias com a estimativa até 5 de dezembro e o número de possíveis infectados e óbitos.

Paraíbajá

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados