Connect with us

PARAÍBA

Impeachment: senadores da PB não acreditam em reversão de votos

Publicado

em

Os três senadores paraibanos (Raimundo Lira e José Maranhão do PMDB) e Cássio Cunha Lima do PSDB devem estar presentes na sessão desta segunda-feira (29) quando a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) deve responder as perguntas dos senadores. Lira, Zé e Cássio já deram sinais de que vão votar no fim do processo pela saída permanente de Dilma do poder. Ontem (27), terminou a fase em que foram ouvidas testemunhas de acusação e defesa. A presidente afastada, Dilma Rousseff, começou o dia de ontem fazendo exercício. Depois, recebeu aliados, como o ex-ministro Nelson Barbosa e a ex-ministra e senadora Katia Abreu. No fim da tarde, o ex-presidente Lula e o presidente do PT, Rui Falcão, chegaram ao Palácio da Alvorada para ajudar Dilma com o discurso desta segunda. Querem que ela deixe de lado dados técnicos e enfatize avanços do governo Dilma. Ela vai se defender com um discurso político num tom emocional.

Para o senador José Maranhão não há mais nenhuma dúvida na sociedade de que o impeachment de Dilma vai ser bom para o País. “Até os senadores aliados dela sabem disso”, afirmou.

Já o ex-presidente da Comissão Especial do Impeachment, o senador Raimundo Lira disse recentemente que não acredita em surpresas na aprovação do impedimento da presidente Dilma Rousseff (PT).

Para Lira, os 59 votos da Pronúncia, quando o processo foi admitido, deverão se repetir – basta 54 votos para a presidente ser cassada. “Eu não acredito em mudança de convicção de qualquer senador”.

Cássio um dos maiores entusiastas da saída de Dilma já teria se inscrito para questionar Dilma sobre o processo que ela é acusada.

Redação

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

MPF pede explicações da Prefeitura de São João do Tigre por ‘show da vitória’ e notifica banda Cavaleiros do Forró

Publicado

em

Após a realização de um show em plena pandemia para comemoração da vitória doprefeito eleito Márcio Leite (Republicanos) no município de São João do Tigre, no Cariri paraibano, o Ministério Público Federal (MPF) pediu explicações do atual prefeito da cidade, Célio Barbosa, sobre o evento. Além disso, notificou a banda Cavaleiros do Forró por ter feito a apresentação.

Um ofício foi encaminhado na manhã desta segunda-feira (23) pela Procuradoria da República no município de Monteiro, cobrando explicações da gestão municipal sobre o evento e concedeu 10 dias para apresentar a origem da verba que custeou o evento. O MPF quer saber de onde partiram os recursos e se foi com verba pública.

O evento, como foi antecipado pelo ClickPB, aconteceu durante o sábado (21), em uma praça pública. O show estava marcado para a festa da vitória do prefeito eleito Márcio Leite (Republicanos). Em suas redes sociais, o político usou para divulgar a comemoração e convidando a população. A cidade ainda está na bandeira amarela, o que não permite realização desse tipo de evento.

Confira o documento encaminhado ao prefeito 

Documento que notifica a banda Cavaleiros do Forró

Confira o show no sábado:

ClickPB

 
 

 

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba registra aumento de casos de Covid-19 e secretário atribui aglomerações em eventos políticos, relaxamento de cuidados e ‘festinhas familiares’

Publicado

em

A Paraíba tem registrado um aumento no número de casos do novo coronavírus, principalmente na Região Metropolitana de João Pessoa, segundo informou o secretário de Estado da Paraíba (SES-PB), Geraldo Medeiros. Ele atribuiu o crescimento dos dados às aglomerações promovidas em eventos políticos, relaxamento de cuidados da por parte da população e realização de ‘festinhas familiares’. 

“Está havendo ascensão no número de casos em todo o estado, principalmente na Grande João Pessoa em decorrência das convenções partidárias, processo sucessório e do relaxamento da população como um todo”, afirmou ao ClickPB, destacando que as pessoas têm se descuidado quanto ao distanciamento social, ao uso de máscara em ambiente público e em ambientes fechados.

Além disso, Geraldo Medeiros analisou que o aumento nos casos da covid-19 também está relacionado à realização de eventos públicos, com grande número de pessoas, em bares e restaurantes, em boates e “também dentro de casa com festinhas familiares, com 30, 40 pessoas, aglomerando e se contaminando”. 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados