Connect with us

PARAÍBA

Infarto mata prefeito de São Domingos do Cariri

Publicado

em

O prefeito da cidade de São Domingos do Cariri, José Ferreira da Silva, morreu na madrugada desta terça-feira (26), vítima de um infarto fulminante. Ele chegou a ser levado para o Hospital Antônio Targino, em Campina Grande, mas não resistiu e acabou falecendo. José Ferreira tinha 72 anos.

José Ferreira se sentiu mal por volta das 20h, quando estava em casa, em São Domingos. Inicialmente, ele foi atendido por médicos de São Domingos, que indicaram ser melhor ele se deslocar para Campina Grande, para fazer exames mais detalhados. No Hospital Antônio Targino, ele fez vários exames, que constataram um rompimento na veia aorta.

Segundo um dos filhos de Zé Ferreira, Ananias Serafim Ferreira, que é presidente da Câmara Municipal de São Domingos, o prefeito estava tomando uma medicação do pós operatório referente à cirurgia recente a que Zé Ferreira se submeteu em São Paulo, que funcionava como anticoagulante. “Por conta disso, os médicos ficaram impedidos de fazer uma cirurgia de emergência, pois poderia provocar uma hemorragia incontrolável”, disse Ananias.

Os médicos optaram, então, por transferir Zé Ferreira para a UTI, para esperar que o efeito da medicação pudesse passar e, então, submetê-lo à cirurgia. Porém, neste período a situação do paciente se complicou e Zé Ferreira teve paradas cardíacas que culminaram com a sua morte.

Ananias informou que o velório de Zé Ferreira vai ocorrer na Central de Velórios A Viagem, no bairro de São José, em Campina Grande. Depois, o corpo será levado para São Domingos e retornará a Campina Grande provavelmente no final da tarde, onde ocorrerá o sepultamento. Há poucos dias, Zé Ferreira esteve em São Paulo, onde se submeteu a procedimento cirúrgico. Ele havia feito exames em Campina Grande que indicaram a necessidade de substituição de uma válvula do coração.

Porém, ao chegar a São Paulo e ser atendido por médicos paulistas, Zé Ferreira teve a informação de que não havia necessidade de substituir a válvula, apenas corrigir um problema, o que foi feito. Inesperadamente, ele foi vítima do infarto nesta madrugada e veio a falecer.

Redação

Continue lendo

PARAÍBA

Polícia Federal e CGU deflagram operação contra fraudes no Incra e Dnocs na Paraíba

Publicado

em

A Polícia Federal e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram nesta quarta-feira (25), uma operação contra fraudes no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e Prefeitura de Araruna, na Paraíba. De acordo com as primeiras informações apuradas pelo Portal ClickPB, os mandados estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em João Pessoa, Araruna, na Paraíba e Parnamirim, no Rio Grande do Norte. 

Segundo a Polícia Federal, quatro servidores federais foram afastados e tiveram seus bens bloqueados. 

A Operação Poço Sem Fundo foi autorizada pela Justiça Federal e apura crimes relacionados ao desvio de recursos públicos destinados à perfuração de poços e implantação de sistemas simplificados de abastecimento de água na Paraíba.

Ainda de acordo com informações apuradas pelo Portal ClickPB, os contratos investigados e as dispensas de licitações gira em torno de R$ 54 milhões.

A investigação também apura o superfaturamento dos contratos, atos de corrupção passiva e ativa, e de lavagem de dinheiro mediante a utilização de contas bancárias de empresas interpostas para dissimulação de movimentações financeiras.

Participam da operação 70 policiais e sete auditores.

ClickPB

 
 

 

Continue lendo

PARAÍBA

Covid-19: CG apresenta aumento de 130% nos casos em uma semana, diz estudo

Publicado

em

O professor Josenildo Brito de Oliveira, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), publicou na segunda-feira (23) mais um relatório de pesquisa sobre o trabalho que analisa os número da pandemia de Covid-19 no Brasil, em São Paulo, na Paraíba e, especificamente, nas cidades de João Pessoa e Campina Grande.

O estudo busca estimar, de acordo com os dados obtidos, os números de novos casos e óbitos decorrentes da doença, objetivando otimizar seu enfrentamento. E os números na Paraíba, esta semana, preocupam os pesquisadores.

Segundo o relatório, o estado registrou um aumento no número de novos casos desde a última semana, algo em torno de 21%. Campina Grande apresentou crescimento ainda mais alarmante: dentro de uma semana, os registros de novos casos da Covid-19 subiram 130%.

“A Paraíba já havia aumentado na semana anterior, 44%, e segue em alta. Campina Grande também preocupa. Pela curva que se vê no gráfico de novos casos, é possível pensar, sim, que há uma tendência de início de uma segunda onda da pandemia na cidade”, explicou o professor.

Até o próximo sábado, dia 28, o estudo estima que a Paraíba alcançará os 146.284 casos da doença, registrando 3.282 óbitos. Campina Grande possivelmente chegará aos 14.536 casos, com 416 mortes contabilizadas.

O projeto estuda dados obtidos através do site da Universidade Johns Hopkins (EUA) e do Ministério da Saúde e governos de PB e SP. Também conta com a colaboração do estudante Pedro Barbosa (UAEP/CCT).

Na tabela a seguir é possível identificar as projeções para os próximos 14 dias com a estimativa até 5 de dezembro e o número de possíveis infectados e óbitos.

Paraíbajá

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados