Connect with us

NORDESTE

Nordeste encomenda 25 milhões de doses da Sputnik russa e quer comprar vacina do Butantan

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — Nove estados do Nordeste, liderados pela Bahia, acertaram os termos de compra de 25 milhões de doses da vacina russa Sputnik. Falta assinar o contrato com o Fundo Soberano Russo, que desenvolveu e distribui o produto.

Essas doses seriam importadas da Rússia. Em tese, chegariam a partir de abril e seriam todas entregues até julho (um laboratório brasileiro, União Química, também vai produzir o imunizante, o que será objeto de outro contrato com os governadores).
Problema: a vacina ainda não foi aprovada pela Anvisa.

Segundo o governador Wellington Dias (PI-PT), as doses da Sputnik serão entregues para o Programa Nacional de Imunização (Dias coordena a seção de vacinação do Fórum de governadores).

Alguns governadores de fora do Nordeste, porém, pensam em usar as doses em seus próprios estados caso o governo federal não consiga cumprir seus prazos de vacinação. É o que a reportagem ouviu de três governos das regiões Sul e Centro-Oeste. O Ceará estuda como proceder.

Dias conta também que, na terça-feira (2), a União Química prometeu aos governadores tomar providências para obter aprovação da Sputnik na Anvisa. Até segunda-feira, o laboratório apresentaria aos governadores o cronograma de produção e entrega do produto.

Segundo Dias, os governadores também pediram uma “proposta firme de entrega” de vacinas produzidas pelo Instituto Butantan, da chinesa Sinovac. 

A intenção é comprar do instituto paulista mais 30 milhões de doses. Outras vacinas em vista estão “em espera”: não é possível negociar enquanto o governo federal não chega a um acordo com Pfizer, Janssen e Moderna.

Nesta semana, o Congresso aprovou a lei que também autoriza estados, Distrito Federal e municípios a “assumir os riscos referentes à responsabilidade civil” pelos efeitos adversos das vacinas” e a compra dos produtos, sob certas condições.

A responsabilidade pelos riscos pós-vacinação vem sendo um empecilho na compra de vacinas como a produzida pela Pfizer. Na prática, trata-se mesmo de uma autorização para a compra de vacinas por outros governos que não o federal — e também por empresas.

Continue lendo

NORDESTE

Peixe raro e exótico aparece em praia do Nordeste e chama atenção de moradores

Publicado

em

Um peixe-lua, animal muito raro, foi encontrado por surfista e moradores da Praia da Leste Oeste, em Fortaleza, e chamou atenção de quem o viu pela anatomia exótica. Segundo pescadores da região, o animal estava na água e surgiu na areia quando a maré baixou.

O oceanografista Luís Ernesto Arruda Bezerra, professor do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) da Universidade Federal do Ceará (UFC), afirmou que o peixe-lua é o maior peixe ósseo do mundo e que existem cinco espécies no mundo. Luís Ernesto afirmou ainda que esses animais vivem em mares tropicais e profundos.

Ele costuma viver em regiões com cerca de 700 metros de profundidade e que por isso tem uma aparição incomum em praias e regiões onde o mar tem pouca profundidade.

A doutora em oceanografia do Labomar, Caroline Vieira Feitosa, disse que o peixe-lua é da espécie Masturus lanceolatus, muito raro de ser encontrado.

“Existem duas espécies do peixe no Nordeste. O mola-mola e o Masturus lanceolatus. Esse que apareceu em Fortaleza é o Masturus lanceolatus, que é muito difícil dele aparecer. Ele foi encontrado recentemente em São José da Coroa Grande, Pernambuco. Queria muito ter estudado ele para ver o que ocasionou ele emergir, já que ele vive a 700 metros de profundidade”, explicou.

Peixe-lua encontrado na praia da Leste-Oeste em Fortaleza. — Foto: Reprodução

G1-CE

Continue lendo

NORDESTE

Governadores do Nordeste apresentam proposta para aquisição de 39,6 milhões de doses da vacina Sputnik ao ministro da Saúde

Publicado

em

O governador João Azevêdo se reuniu, por meio de videoconferência, nesta quinta-feira (11), com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e os demais governadores do Nordeste, ocasião em que os gestores apresentaram a proposta para a aquisição de 39,6 milhões de doses da vacina Sputnik que devem ser incluídas no Plano Nacional de Imunização (PNI). A iniciativa foi acolhida pelo ministro e deve ser formalizada nesta sexta-feira (12).

A negociação entre o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste) e o Fundo Soberano Russo foi iniciada no ano passado, sob a condução do governador da Bahia, Rui Costa, e foi viabilizada com a sanção por parte do governo federal da Lei que facilita a compra de vacinas, insumos e serviços necessários à imunização contra a Covid-19.

“Nós agradecemos ao ministro pela decisão efetiva e parabenizamos o governador Rui Costa pelo empenho para garantir a disponibilidade das doses. Estamos numa luta para salvar vidas. O Brasil precisa, mais do que nunca, da nossa união de forças pela vacina para que possamos vencer a pandemia”, ressaltou o governador João Azevêdo.

Na reunião virtual, o ministro ainda apresentou uma estimativa de distribuição de doses aos estados para março. A previsão é de que sejam destinadas entre 22 milhões e 38 milhões de imunizantes contra a Covid-19 até o final do mês.

 

Por Secom/PB

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados