Connect with us

PARAÍBA

Nota: Samuka nega ser servidor fantasma

Publicado

em

O apresentador de TV Samuka Duarte emitiu hoje uma nota em resposta à divulgação, no dia de ontem, de uma decisão do juiz Gustavo Procópio Bandeira de Melo, da 5º Vara Mista da Comarca de Santa Rita, que decretou a indisponibilidade de seus bens em consequência de uma ação de Improbidade Administrativa ajuizada pelo Ministério Público da Paraíba, através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Santa Rita.

O radialista foi acusado de ter recebido de maneira cumulativa remunerações extraídas dos cofres públicos, a partir de acúmulo ilegal de trabalhos, tendo em vista que é servidor público de Santa Rita, desde 7 de agosto de 1980 (cargo de professor da educação básica), estando à disposição da Secretária de Comunicação da cidade, desde 2008. Além disso, mantém vínculo com o Estado há aproximadamente 10 anos, bem como no período de 2011 e 2012, ter chegado a acumular até cinco cargos públicos nos municípios de Bayeux, Marcação, Mari e Sapé.

Em sua defesa, Samuka, através de seu advogado, Delosmar Mendonça Júnior, alegou que exerce atualmente apenas um cargo público na Secretaria de Educação do Governo, onde atuaria na assessoria de Comunicação. Segundo ele, em todos os cargos pelos quais passou, prestou serviços efetivos.

O apresentador ainda cita que a promotora Anita Bethânia, responsável pelo oferecimento da ação de improbidade, teria sido levada a erro “por pessoas interessadas em denegrir minha imagem e preocupadas com o alcance social dos meus programas jornalísticos”.

Confira a íntegra do texto:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre as matérias publicadas em torno da ação de improbidade administrativa promovida pelo Ministério Público junto à Comarca de Santa Rita, venho esclarecer o seguinte:

1 – Exerço atualmente apenas um cargo público junto à 1ª região de Ensino da Secretaria de Educação do Estado, desenvolvendo atividades de assessoria de comunicação.

2 – Fui servidor ativo da Secretaria de Educação do Município de Santa Rita, com exercício funcional na assessoria de comunicação da Secretaria de Educação, desde 2001, encontrando-me aposentado voluntariamente.

3 – Nunca deixei de prestar serviços nos cargos públicos que ocupo ou ocupei, notadamente no Município de Santa Rita.

4 – Prestei assessoria de comunicação a alguns municípios, por curtos períodos e recebi pelas atividades efetivamente prestadas, sem qualquer empecilho ao exercício dos outros cargos, fato comum na área de comunicação.

5 – A Digna Promotora junto à Comarca de Santa Rita foi levada a erro por pessoas interessadas em denegrir minha imagem e preocupadas com o alcance social dos meus programas jornalísticos.

6 – Confio na Justiça da Paraíba e estou preparado para, nas instâncias judiciárias, apresentar minha defesa para, afinal, obter, com a proteção de Deus, pronunciamento favorável, pois não cometi ato de improbidade ou desonestidade. Tenho a consciência limpa e a tranquilidade de quem não agiu de má-fé. Repito: nunca recebi sem trabalhar.

7 – Constituí o advogado Delosmar Mendonça Junior para atuar na minha defesa no processo judicial e ele, a partir de agora, deve prestar os esclarecimentos necessários à Justiça e à sociedade.

8 – Por último, agradeço a solidariedade de tantos e renovo meu compromisso de servir ao meu público.​


Redação com Assessoria

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba registra alta na média móvel de mortes por covid-19 e fica no vermelho em avaliação do consórcio de imprensa

Publicado

em

A Paraíba apresentou alta de 16% na média móvel de mortes por covid-19 e ficou classificada no vermelho na última avaliação divulgada pelo consórcio de imprensa, nessa quinta-feira (3). A alta corresponde à comparação da média atual com a média de 14 dias antes. O consórcio reúne dados fornecidos por secretarias de Saúde de todo o Brasil.

Além da Paraíba, outros 12 estados apresentaram alta: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Acre, Amapá, Rondônia, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. O destaque fica para o Rio Grande do Norte, que apresentou alta de 137% na média móvel de mortes.

No Brasil, houve estabilidade, assim como no Distrito Federal e dez estados: Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Amazonas, Pará, Roraima, Tocantins, Bahia, Maranhão e Piauí. 

Apenas três estados apresentaram queda na média: Rio de Janeiro, Goiás e Alagoas.

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba registra 746 novos casos e 10 mortes por Covid-19 em 24h

Publicado

em

A Paraíba registrou 746 novos casos e 10 mortes por Covid-19 em 24 horas, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta quinta-feira (3). No total, o estado já soma 147.274 casos confirmados, além de 3.326 óbitos por coronavírus.

O estado também já tem 201.032 casos descartados, e 119.628 casos recuperados.

“A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 49%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 63%. Em Campina Grande estão ocupados 34% dos leitos de UTI adulto e no sertão 68% dos leitos de UTI para adultos”, diz trecho do boletim.

Confira boletim na íntegra

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde
Atualização Covid-19 |03/12/2020

Paraíba registra 746 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos nesta quinta

Casos Confirmados: 147.274
Casos Descartados: 201.032
Óbitos confirmados: 3.326
Casos recuperados: 119.628

Nesta quinta, 03 de novembro, a Paraíba registrou 746 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles nas últimas 24h. Até o momento, 147.274 pessoas já contraíram a doença, 119.628 já se recuperaram e 3.326, infelizmente, faleceram. Até o momento, 472.838 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 49%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 63%. Em Campina Grande estão ocupados 34% dos leitos de UTI adulto e no sertão 68% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 746, nos quais 10 municípios concentram 396 casos, o que representa 53,08% dos casos em toda a Paraíba. São eles:

João Pessoa, com 186 novos casos, totalizando 37.289; Sousa, com 41 novos casos, totalizando 2.927; Campina Grande, com 39 novos casos, totalizando 14.502; Patos, com 26 novos casos, totalizando 5.739; Guarabira, com 19 novos casos, totalizando 4.880; Cabedelo, com 18 novos casos, totalizando 3.678; Cuité, com 18 novos casos, totalizando 395; Pombal, com 18 novos casos, totalizando 917; São Bento, com 16 novos casos, totalizando 3.590 e Itabaiana, com 15 novos casos, totalizando 1.276.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 03/12, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Continuar Cuidando: Até o dia 02/12 foram entrevistados e testados 6.103 paraibanos, em residências distribuídas por 104 cidades.

Até hoje, 184 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 10 óbitos registrados nesta quinta-feira ocorreram entre 03 de junho e 03 de dezembro, sendo seis deles nas últimas 24h. Os pacientes tinham idade entre 44 e 88 anos. Hipertensão e diabetes foram as comorbidades mais frequentes. Dos locais, dois ocorreram em hospitais privados e os demais em hospitais públicos.

Homem, 62 anos, residente em Salgado de São Félix. Sem comorbidade. Início dos sintomas 16/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/12/2020.

Homem, 88 anos, residente em Salgado de São Félix. Hipertenso. Início dos sintomas 14/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Mulher, 76 anos, residente em Guarabira. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas 27/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Homem, 74 anos, residente em Cajazeiras. Hipertenso, diabético, cardiopata, portador de doença neurológica, doença respiratória e imunosuprimido. Início dos sintomas 31/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Homem, 73 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso. Início dos sintomas 01/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Homem, 53 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas 20/11/2020/. Foi a óbito em sua residência no dia 02/12/2020.

Homem, 56 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas 14/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 01/12/2020.

Mulher, 84 anos, residente em Mari. Tabagista e etilista. Início dos sintomas 23/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 29/11/2020.

Mulher, 83 anos, residente em João Pessoa. Diabética, portadora de doença respiratória e imunossuprimida. Início dos sintomas 22/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 09/07/2020.

Homem, 44 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas 23/05/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 03/06/2020.

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados