Connect with us

MUNDO

Papa Francisco diz ter sensação de que seu pontificado será breve

Publicado

em

O papa Francisco disse nesta sexta-feira (13), quando se completam dois anos de sua eleição, que tem a sensação de que o pontificado pode ser breve, de quatro ou cinco anos, mas desmentiu que se sinta “só e sem apoio”.

Em entrevista à cadeia de televisão mexicana Televisa, divulgada integralmente pela Rádio Vaticano, Francisco respondeu sobre a possível duração do pontificado, que encerra-se com a morte do papa ou com uma demissão.

“Tenho a sensação de que o meu pontificado vai ser breve. Quatro ou cinco anos. Não sei. Ou dois ou três. Dois já se passaram. É uma sensação um pouco vaga que tenho, a de que o Senhor me escolheu para uma missão breve. Sobre isso, mantenho a possibilidade em aberto”, afirmou.

Francisco: Papa desafia paróquias a adotar sua proposta de simplicidade

Para ele, Bento XVI, que foi o primeiro papa em sete séculos a renunciar ao cargo, em fevereiro de 2013, abriu a porta para os papas eméritos. “Abriu uma porta institucional”, destacou.

Francisco, de 78 anos, não disse se pretende pedir demissão um dia. Declarações anteriores nesse sentido geraram críticas e fortes reações de teólogos conservadores.

Ibope: Aprovação de papa é alta, mas católicos continuam deixando religião, diz estudo

“Não me agrada muito”, afirmou, sobre a ideia de fixar um limite, aos 80 anos, para o fim do papado. Segundo ele, o cargo de papa “é uma graça especial”.

Decretar que a duração é até os 80 anos “iria criar uma sensação de fim, de um pontificado destinado a não se acabar bem”, acrescentou, buscando tranquilizar os mais conservadores.

Francisco observou que, para alguns teólogos, a eleição para o pontificado é “um sacramento”.

O papa falou também do antecessor Bento XVI, que deixou o Vaticano e está feliz, satisfeito, respeitado por todos. “Visito-o, muitas vezes telefono. Podemos pedir-lhe conselhos. É leal até a morte”, observou.

À pergunta gosta de ser papa?, Francisco respondeu sobriamente e sem entusiamo excessivo: “Não me desagrada”. Lembrou que sempre detestou viajar e que é uma pessoa caseira. “A única coisa de que gostava era poder sair um dia, sem que ninguém me reconhecesse, e ir comer uma pizza'”.

“Não me sinto só. Sério que não”, disse, em resposta a outra pergunta.

Na mesma entrevista, Francisco também confessou que sua maior “penitência” como pontífice é “viajar”. “Não gosto de viajar. Acho que essa é minha maior penitência”, afirmou. “Não gosto de viajar, assim como não gostava de vir a Roma antes de me tornar Papa”, admitiu.

Francisco foi eleito líder da Igreja Católica em 13 de março de 2013, após a histórica renúncia de Bento XVI. Aos 78 anos de idade, ele é o primeiro Papa jesuíta de origem latino-americana. Em seus dois anos na cúria, o Papa tem promovido reformas fiscais e sociais, quebrando paradigmas em temas sensíveis aos católicos conservadores, como união homossexual e divórcio.

IG

Continue lendo

BRASIL

New York Times diz que Moro corrompeu o sistema judicial e é responsável direto pelo caos que o Brasil vive hoje

Publicado

em

O jornal The New York Times, o mais influente do mundo, diz que o ex-juiz Sérgio Moro é responsável direto pelo caos no Brasil, por ter corrompido o sistema de justiça no País. “O Brasil vive várias crises ao mesmo tempo – a situação catastrófica da saúde, a economia frágil e a polarização política extrema. Agora podemos adicionar a corrupção do sistema judicial à lista. Não precisava ser assim. Os brasileiros tinham grandes esperanças há sete anos, quando um jovem magistrado chamado Sérgio Moro lançou uma operação anticorrupção chamada Lava Jato, ou Operação Lava Jato”, diz o artigo assinado pelo cientista político e diretor-executivo do Observatório Político da América Latina e do Caribe (Opalc) da universidade Sciences Po de Paris, Gaspard Estrada.

“A Operação Lava Jato provou que a justiça poderia acabar com a corrupção endêmica no Brasil ou foi apenas um conto de fadas que velou outros interesses políticos? Nas últimas semanas, o lado negro do Lava Jato foi desnudado, e um sentimento de profundo desencanto com a chamada justiça curitibana, que leva o nome da capital do estado do Paraná, onde a força-tarefa estava sediada, se espalhou por todo o país. A Operação Lava Jato foi considerada a maior investigação anticorrupção do mundo, mas se tornou o maior escândalo judicial da história do Brasil. Quando a força-tarefa foi dissolvida em 1º de fevereiro, quase ninguém saiu às ruas ou às redes sociais para lamentar seu fim”, apontou ainda Estrada.

O cientista político também responsabiliza Moro diretamente pela destruição do Brasil. “Em vez de erradicar a corrupção, obter maior transparência na política e fortalecer a democracia, a agora notória Operação Lava Jato abriu o caminho para Jair Bolsonaro chegar ao poder após eliminar seu principal rival, Lula, da corrida presidencial. Isso contribuiu para o caos que o Brasil vive hoje”, escreveu.

Brasil 247

 

Continue lendo

MUNDO

Robô ‘Perseverança’ pousa em Marte e manda primeiras imagens

Publicado

em

A sonda Perseverance, da Nasa, pousou em Marte na tarde desta quinta-feira, 18, sete meses depois de partir da Terra.

O Perseverance Mars rover pousou com sucesso na cratera Jezero do planeta vermelho e mandou as primeiras imagens. (fotos abaixo)

“É realmente o começo de uma nova era”, disse o administrador associado da Nasa para a ciência, Thomas Zurbuchen, durante o webcast da agência espacial americana que mostrou a chegada do robô ao planeta.

O robô movido a energia nuclear tem a missão de trazer as primeiras amostras de rocha marciana – possivelmente incluindo fósseis alienígenas – de volta à Terra.

O rover, apelidado de “Percy” por seus engenheiros, foi lançado do Cabo Canaveral, Flórida, em julho, e viajou 300 milhões de milhas até Marte.

Na quinta-feira, a cápsula que transportava o Perseverance finalmente chegou na atmosfera marciana a cerca de 19.000 km / h, lançou um paraquedas de 21 metros de largura para diminuir sua queda e, em seguida, largou seu escudo térmico.

Isso deu às câmeras e ao sistema de radar do robô uma visão da paisagem.

Um sistema de navegação a bordo foi usado para encontrar um ponto de pouso seguro.

Logo após o pouso, foram postadas na conta no Twitter da sonda, as primeiras imagens registradas pela Perseverance no solo de Marte. (veja abaixo)

A equipe comemora o pouso Foto: New York Times
A equipe comemora o pouso Foto: New York Times

Veja as duas primeiras fotos:

"Olá Mundo. Meu primeiro olhar na minha casa eterna", escreveu a conta no Twitter da sonda Perseverance ao postar a primeira imagem registrada em Marte Foto: Twitter/ Reprodução
“Olá Mundo. Meu primeiro olhar na minha casa eterna”, escreveu a conta no Twitter da sonda Perseverance ao postar a primeira imagem registrada em Marte
Foto: Twitter/ Reprodução
 
"E outro olhar atrás de mim. Bem-vindos à cratera de Jezero", escreveu a conta da sonda ao postar a segunda imagem de Marte Foto: Twitter/ Reprodução
“E outro olhar atrás de mim. Bem-vindos à cratera de Jezero”, escreveu a conta da sonda ao postar a segunda imagem de Marte
Foto: Twitter/ Reprodução
 
Ilustração da cratera de Jezero onde o Perse pousou nesta quinta Foto: NASA
Ilustração da cratera de Jezero onde o Perse pousou nesta quinta Foto: NASA
 
Ilustração do robô Persevarance Foto: NASA
Ilustração do robô Persevarance Foto: NASA

Com informações da CNN e Business Insider

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados