Connect with us

PARAÍBA

Paraíba pode liderar produção de caju em todo o Nordeste

Publicado

em

Com o objetivo de difundir a cultura do caju, a Paraíba pode se tornar um dos maiores estados produtores da fruta da região Nordeste. O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) de Catolé do Rocha, Campus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), pretende montar ainda no início deste ano um jardim clonal da cultura do caju e um jardim de semente para a produção de mudas de cajueiro. Atualmente, o maior produtor do Brasil é o estado do Ceará.

O professor Edivan Silva Nunes Júnior, diretor do CCHA de Catolé do Rocha, disse que, assim como os alunos do curso de Ciências Agrárias, está entusiasmado com o projeto, previsto para ser desenvolvido em fevereiro ou março. A princípio, o intuito maior é efetivar a produção para as macrorregiões próximas a Catolé do Rocha, que hoje em dia não tem esse polo. Para isso, o corpo docente, juntamente com os alunos, vai criar um viveiro dessas mudas.

A região onde se localiza a universidade já possuiu uma cultura abrangente de produção do caju, e hoje, segundo Edivan, é escassa. Nesse jardim clonal serão realizadas experiências usando tecnologia da Embrapa, que atua também nessa proposta, com o objetivo de melhorar a qualidade dos frutos nos pomares comerciais.

“Vamos criar um viveiro para a produção e distribuição da cultura do caju, para fazer com que a Paraíba se torne referência nessa produção”, justificou o professor. O projeto, também conhecido como banco de germoplasma da cultura do caju, será implantado no Campus IV e os termos da parceria com a Embrapa começaram a ser estabelecidos no dia 8 de dezembro, durante encontro do professor Edivan Silva com a direção da Embrapa Agroindústria Tropical, sediada em Fortaleza (CE). Três estudantes farão uma visita técnica e um treinamento para saber como proceder durante os estudos. Assim que voltarem, poderão desenvolver o jardim clonal e ensinar os procedimentos aos outros alunos.

Redação com UEPB

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Com chegada de novas remessas da vacina contra a Covid-19, idosos de 70 a 80 anos na Paraíba serão imunizados até março

Publicado

em

Com a chegada de novas remessas da vacina contra a Covid-19, nesta quarta-feira (3) na Paraíba, a imunização de idosos de 70 a 80 anos na Paraíba será efetivada. A estimativa, segundo o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, em entrevista ao ClickPB, é de que toda a população nessa faixa etária seja imunizada durante todo o mês de março, além dos profissionais de Saúde da linha de frente de combate ao coronavírus. Atualmente estão recebendo as doses os idosos com mais de 75 anos.

De acordo com ele, com a continuidade do envio das remessas das doses de vacinas, no cronograma previsto no Plano Nacional do Ministério da Saúde, conforme forem chegando novas remessas o público alvo será ampliado, sendo assim, a próxima faixa etária será de idosos entre 60 e 69 anos.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quarta-feira (3), a Paraíba já passa de 224.287 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, com 4.588 mortes confirmadas. São 1.118 novos casos e mais 30 mortes na última atualização. Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença e 206 cidades registraram óbitos.

ClickPB

Continue lendo

PARAÍBA

Vereadora de Teixeira morre de Covid-19 quatro dias após marido perder a vida

Publicado

em

Morreu na tarde desta quarta-feira (03), a vereadora do município de Teixeira, Iranilda Lira Martins (Nilda Lira), aos 47 anos de idade, vítima de Covid-19. Ela faleceu quatro dias após o marido, Marcos de Totó, também perder a vida devido ao coronavírus. Um filho, que morava com a parlamentar, também foi diagnosticado com a doença.

Nilda Lira estava internada desde o último domingo no Complexo Regional Hospitalar de Patos por conta do comprometimento pulmonar decorrente da doença. No sábado passado (27), a vereadora havia perdido o marido para a mesma doença e um dia após, deu entrada nessa unidade hospitalar.

A vereadora, que estava no seu segundo mandato na Câmara Municipal de Teixeira, no Sertão paraibano, deixa filho, que também contraiu o vírus, e netos como o ClickPB apurou. Em maio de 2019, a parlamentar perdeu um filho em um acidente de moto e a família vivia esse luto da perda. Não haverá velório. O horário do sepultamento não foi divulgado. A Câmara Municipal emitiu uma nota de pesar. 

A nota diz:

“Nilda era uma mulher séria, honesta, simples e humilde, que ficará marcada por uma história de luta em favor dos teixeirenses, com seu jeito calmo ela conquistava todos ao seu redor, tratava as pessoas com respeito e carinho. Teixeira perde, além de uma grande política, uma grande mulher, GUERREIRA, Nilda nunca será esquecida, seu legado ficará marcado para sempre. Hoje Nilda Lira saiu da vida para entrar na história do nosso Município”.

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados