Connect with us

PARAÍBA

PB vai enfrentar maior seca dos últimos 100 anos com nova estiagem prevista para 2017

Publicado

em

A seca que atinge a Paraíba e gera problemas de abastecimento de água em Campina Grande deve durar mais do que o esperado, já que a previsão é de mais estiagem para 2017, o que deixaria a região na maior seca dos últimos 100 anos. Por conta disso, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) solicitou uma audiência com o Ministro da Integração, Helder Barbalho (PMDB), para discutir a transposição do São Francisco.

De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), o açude de Boqueirão, responsável por abastecer Campina Grande e outros 19 municípios, tem apenas 6,4% da capacidade total, ou 26,3 milhões de metros cúbicos (m³) do total de 411,6 milhões de m³.

Caso consiga o encontro com o ministro, o deputado confirmou que vai convidar todos os prefeitos de municípios que dependem do abastecimento via Boqueirão para participarem da audiência.

Governo prepara campanha sobre a ‘maior seca dos últimos 100 anos’

Já o governo federal anunciou que vai promover uma campanha publicitária direcionada ao Nordeste para informar a região sobre a previsão para 2017, que é de mais estiagem.

Caso se confirme, seria o sexto ano seguido de seca na região, o que transformaria o período na maior seca dos últimos 100 anos.

Portal Correio

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Polícia Federal e CGU deflagram operação contra fraudes no Incra e Dnocs na Paraíba

Publicado

em

A Polícia Federal e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagraram nesta quarta-feira (25), uma operação contra fraudes no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e Prefeitura de Araruna, na Paraíba. De acordo com as primeiras informações apuradas pelo Portal ClickPB, os mandados estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em João Pessoa, Araruna, na Paraíba e Parnamirim, no Rio Grande do Norte. 

Segundo a Polícia Federal, quatro servidores federais foram afastados e tiveram seus bens bloqueados. 

A Operação Poço Sem Fundo foi autorizada pela Justiça Federal e apura crimes relacionados ao desvio de recursos públicos destinados à perfuração de poços e implantação de sistemas simplificados de abastecimento de água na Paraíba.

Ainda de acordo com informações apuradas pelo Portal ClickPB, os contratos investigados e as dispensas de licitações gira em torno de R$ 54 milhões.

A investigação também apura o superfaturamento dos contratos, atos de corrupção passiva e ativa, e de lavagem de dinheiro mediante a utilização de contas bancárias de empresas interpostas para dissimulação de movimentações financeiras.

Participam da operação 70 policiais e sete auditores.

ClickPB

 
 

 

Continue lendo

PARAÍBA

Covid-19: CG apresenta aumento de 130% nos casos em uma semana, diz estudo

Publicado

em

O professor Josenildo Brito de Oliveira, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), publicou na segunda-feira (23) mais um relatório de pesquisa sobre o trabalho que analisa os número da pandemia de Covid-19 no Brasil, em São Paulo, na Paraíba e, especificamente, nas cidades de João Pessoa e Campina Grande.

O estudo busca estimar, de acordo com os dados obtidos, os números de novos casos e óbitos decorrentes da doença, objetivando otimizar seu enfrentamento. E os números na Paraíba, esta semana, preocupam os pesquisadores.

Segundo o relatório, o estado registrou um aumento no número de novos casos desde a última semana, algo em torno de 21%. Campina Grande apresentou crescimento ainda mais alarmante: dentro de uma semana, os registros de novos casos da Covid-19 subiram 130%.

“A Paraíba já havia aumentado na semana anterior, 44%, e segue em alta. Campina Grande também preocupa. Pela curva que se vê no gráfico de novos casos, é possível pensar, sim, que há uma tendência de início de uma segunda onda da pandemia na cidade”, explicou o professor.

Até o próximo sábado, dia 28, o estudo estima que a Paraíba alcançará os 146.284 casos da doença, registrando 3.282 óbitos. Campina Grande possivelmente chegará aos 14.536 casos, com 416 mortes contabilizadas.

O projeto estuda dados obtidos através do site da Universidade Johns Hopkins (EUA) e do Ministério da Saúde e governos de PB e SP. Também conta com a colaboração do estudante Pedro Barbosa (UAEP/CCT).

Na tabela a seguir é possível identificar as projeções para os próximos 14 dias com a estimativa até 5 de dezembro e o número de possíveis infectados e óbitos.

Paraíbajá

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados