Connect with us

PARAÍBA

PF, CGU e MPF investigam fraudes em licitações de 16 prefeituras paraibanas

Publicado

em

O Ministério Público Federal em Sousa (PB), a Controladoria Geral da União e Polícia Federal, deflagraram na manhã desta sexta-feira, 26 de junho, a Operação Andaime* para desarticular quadrilha especializada em fraudar licitações em obras e serviços de engenharia executados por 16 prefeituras do Alto Sertão da Paraíba. Estima-se em R$ 18.337.000,00 o montante de verbas federais alcançadas pelos criminosos.

A operação ocorre no Estado da Paraíba, onde estão sendo cumpridos 3 mandados de prisão preventiva, 7 mandados de prisão temporária, 4 mandados de condução coercitiva, 15 medidas de sequestro de bens e 18 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela 8ª Vara da Justiça Federal em Sousa (PB).

As buscas e apreensões estão ocorrendo nas sedes das prefeituras de Cajazeiras, Joca Claudino, Bernardino Batista e Cachoeira dos Índios, em quatro estabelecimentos comerciais de Cajazeiras e nas residências de 11 pessoas físicas, nos municípios de Cajazeiras, Uiraúna e Joca Claudino, dentre as quais constam empresários e engenheiros responsáveis por obras e serviços de engenharia custeados com recursos federais.

Cerca de 80 agentes da Polícia Federal e dez auditores da CGU participam da operação. Sete veículos já foram apreendidos.

Até o presente momento, as investigações indicam que a organização criminosa vinha atuando, pelo menos, desde 2009, desviando recursos federais através de irregularidades em licitações e contratos públicos, em especial a montagem de procedimentos licitatórios e a venda de notas fiscais. Os crimes também incluem lavagem de dinheiro através de empresa fantasma.

O procedimento investigatório criminal do MPF está embasado em relatórios de auditoria da CGU, informações policiais e relatórios de análise obtidos a partir do afastamento do sigilo de alguns investigados.

Entenda
O termo “Andaime” – referência feita ao equipamento básico para permitir que construções civis alcem patamares mais altos, uma vez que constatou-se que o comportamento da organização criminosa visava a atingir níveis mais elevados, buscando inclusive penetrar em procedimentos licitatórios em outros estados da federação.

Do WSCOM Online

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba registra alta na média móvel de mortes por covid-19 e fica no vermelho em avaliação do consórcio de imprensa

Publicado

em

A Paraíba apresentou alta de 16% na média móvel de mortes por covid-19 e ficou classificada no vermelho na última avaliação divulgada pelo consórcio de imprensa, nessa quinta-feira (3). A alta corresponde à comparação da média atual com a média de 14 dias antes. O consórcio reúne dados fornecidos por secretarias de Saúde de todo o Brasil.

Além da Paraíba, outros 12 estados apresentaram alta: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Acre, Amapá, Rondônia, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. O destaque fica para o Rio Grande do Norte, que apresentou alta de 137% na média móvel de mortes.

No Brasil, houve estabilidade, assim como no Distrito Federal e dez estados: Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Amazonas, Pará, Roraima, Tocantins, Bahia, Maranhão e Piauí. 

Apenas três estados apresentaram queda na média: Rio de Janeiro, Goiás e Alagoas.

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba registra 746 novos casos e 10 mortes por Covid-19 em 24h

Publicado

em

A Paraíba registrou 746 novos casos e 10 mortes por Covid-19 em 24 horas, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta quinta-feira (3). No total, o estado já soma 147.274 casos confirmados, além de 3.326 óbitos por coronavírus.

O estado também já tem 201.032 casos descartados, e 119.628 casos recuperados.

“A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 49%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 63%. Em Campina Grande estão ocupados 34% dos leitos de UTI adulto e no sertão 68% dos leitos de UTI para adultos”, diz trecho do boletim.

Confira boletim na íntegra

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde
Atualização Covid-19 |03/12/2020

Paraíba registra 746 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos nesta quinta

Casos Confirmados: 147.274
Casos Descartados: 201.032
Óbitos confirmados: 3.326
Casos recuperados: 119.628

Nesta quinta, 03 de novembro, a Paraíba registrou 746 novos casos de Covid-19 e 10 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles nas últimas 24h. Até o momento, 147.274 pessoas já contraíram a doença, 119.628 já se recuperaram e 3.326, infelizmente, faleceram. Até o momento, 472.838 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 49%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 63%. Em Campina Grande estão ocupados 34% dos leitos de UTI adulto e no sertão 68% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 746, nos quais 10 municípios concentram 396 casos, o que representa 53,08% dos casos em toda a Paraíba. São eles:

João Pessoa, com 186 novos casos, totalizando 37.289; Sousa, com 41 novos casos, totalizando 2.927; Campina Grande, com 39 novos casos, totalizando 14.502; Patos, com 26 novos casos, totalizando 5.739; Guarabira, com 19 novos casos, totalizando 4.880; Cabedelo, com 18 novos casos, totalizando 3.678; Cuité, com 18 novos casos, totalizando 395; Pombal, com 18 novos casos, totalizando 917; São Bento, com 16 novos casos, totalizando 3.590 e Itabaiana, com 15 novos casos, totalizando 1.276.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 03/12, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Continuar Cuidando: Até o dia 02/12 foram entrevistados e testados 6.103 paraibanos, em residências distribuídas por 104 cidades.

Até hoje, 184 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 10 óbitos registrados nesta quinta-feira ocorreram entre 03 de junho e 03 de dezembro, sendo seis deles nas últimas 24h. Os pacientes tinham idade entre 44 e 88 anos. Hipertensão e diabetes foram as comorbidades mais frequentes. Dos locais, dois ocorreram em hospitais privados e os demais em hospitais públicos.

Homem, 62 anos, residente em Salgado de São Félix. Sem comorbidade. Início dos sintomas 16/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 03/12/2020.

Homem, 88 anos, residente em Salgado de São Félix. Hipertenso. Início dos sintomas 14/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Mulher, 76 anos, residente em Guarabira. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas 27/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Homem, 74 anos, residente em Cajazeiras. Hipertenso, diabético, cardiopata, portador de doença neurológica, doença respiratória e imunosuprimido. Início dos sintomas 31/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Homem, 73 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso. Início dos sintomas 01/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 02/12/2020.

Homem, 53 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas 20/11/2020/. Foi a óbito em sua residência no dia 02/12/2020.

Homem, 56 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas 14/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 01/12/2020.

Mulher, 84 anos, residente em Mari. Tabagista e etilista. Início dos sintomas 23/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 29/11/2020.

Mulher, 83 anos, residente em João Pessoa. Diabética, portadora de doença respiratória e imunossuprimida. Início dos sintomas 22/06/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 09/07/2020.

Homem, 44 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas 23/05/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 03/06/2020.

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados