Connect with us

PARAÍBA

PPS decide expulsar vereador eleito preso por suspeita de pistolagem

Publicado

em

O Partido Popular Socialista (PPS) decidiu expulsar dos seus quadros o vereador eleito Bira Rocha, que conquistou a vitória no pleito apesar de estar preso provisoriamente no Presídio Padrão de Catolé do Rocha. O pós-comunista foi eleito no domingo (2), na cidade, depois de acenar para os eleitores e fazer o “V” da vitória. Bira Rocha está preso desde maio e a lista de acusações contra ele vai de pistolagem, a tráfico de drogas e violência doméstica. O presidente estadual do partido, Nonato Bandeira, disse que a decisão foi tomada em comum acordo pelas direções municipal, estadual e nacional do partido. “Já oficiamos a executiva nacional do partido e a decisão está tomada”, ressaltou.

Bira Rocha foi eleito para o cargo de vereador em Catolé do Rocha, no Sertão, com 948 votos. Foi o sexto mais votado. Ele se encontra preso desde maio deste ano. Mesmo assim, conseguiu que o partido confirmasse a sua candidatura. Nesta época, ele estava no presídio PB1, em João Pessoa, e coordenou a campanha de trás das grades. Por meio de nota, a direção municipal do partido informou que ele é filiado desde 2003 e teve o registro da candidatura liberada pela Justiça Eleitoral, por não possuir nenhuma condenação transitada em julgado. A sigla assegura que vai seguir a recomendação da executiva nacional e desfiliar o vereador. Durante a campanha, o então postulante usou como jingle uma adaptação da música “Metralhadora”, da baiana Banda Vingadora. E não apenas isso, a “canção” é encerrada com uma rajada de balas.

A legislação assegura a Bira Rocha que ele seja diplomado e empossado caso não haja nenhuma sentença condenatória contra ele transitada em julgado até fevereiro de 2017, quando a nova composição do Legislativo começa a funcionar. Com a expulsão do partido, abre-se a possibilidade de algum suplente brigar na justiça pelo mandato, apesar de isso ser pouco provável, devido ao currículo do vereador eleito. Ele é suspeito de cinco assassinatos, formação de quadrilha e violência doméstica.

Prisão

Bira Rocha foi preso em uma agência bancária de Mangabeira, em João Pessoa, pelo Grupo de Operações Especiais (GOE). Além de homicídio qualificado, ele responde por violência doméstica, enquadrado na Lei Maria da Penha. Na época da prisão, em maio deste ano, o delegado Allan Terruel explicou que Bira Rocha estava sendo preso porque havia deixado a cidade de Catolé do Rocha, onde responde pelos crimes atribuídos a ele. A ficha do postulante traz várias condenações a prisão já transitadas em julgado. “Ele fugiu do Sertão para tentar evitar ser localizado pela Polícia e já tinha dito que não seria preso e não aceitaria ser processado, se deslocando para a capital”, disse, na época, Terruel. A informaçãoi é do blog do Suetoni.

Redação

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Prefeitura de Cacimba de Dentro inscreve para concurso público com 176 vagas até esta quarta-feira

Publicado

em

Terminam nesta quarta-feira (02), as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Cacimba de Dentro. São oferecidas 176 vagas e a remuneração varia do valor do salário mínimo até R$ 12 mil.

Os interessados podem se inscrever no site da CPCon para vagas de níveis fundamental, médio, técnico, e superior. A taxa de inscrição varia de R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) a R$ 105 (superior). 

Confira o edital do concurso da Prefeitura de Cacimba de Dentro-PB

As provas devem ser aplicadas em 28 de fevereiro, para cargos de nível fundamental, e 14 março de 2021, para cargos de níveis médio a superior.

ClickPB

Continue lendo

PARAÍBA

João Azevêdo assina nesta quarta-feira empréstimo de US$ 127 milhões e anuncia obras hídricas contempladas com o investimento

Publicado

em

O governador João Azevêdo assina, nesta quarta-feira (2), às 14h, no Palácio da Redenção, em João Pessoa, durante reunião virtual com o Banco Mundial, um empréstimo de aproximadamente US$ 127 milhões para investimentos em infraestrutura hídrica no Estado. Na ocasião, o gestor também anunciará quais serão as obras que serão contempladas com o investimento. 

A informação foi divulgada pelo gestor durante entrevista ao programa F5, da Rádio Pop, oportunidade em que fez um balanço das ações executadas pelo Governo do Estado nas áreas da saúde, social e econômica para o enfrentamento da pandemia da covid-19 e do esforço da gestão estadual para manter o equilíbrio fiscal do Estado para garantir a movimentação da economia e o fomento da geração de emprego e renda.

“Conseguimos fazer o nosso dever de casa, mesmo durante uma pandemia que trouxe uma queda de receita enorme e fechamos o ano assinando contratos com mecanismos internacionais. Vamos começar o ano com quase R$ 1 bilhão de investimentos e essas medidas serão extraordinárias para a economia, com a geração de emprego e renda. Nós já assinamos há quinze dias, um empréstimo de US$ 45 milhões, além de US$ 11 milhões de contrapartida do Governo do Estado, totalizando US$ 56 milhões para investir na saúde, uma área em que deixaremos o maior legado para a Paraíba, com a implantação da PBSaúde, pela retirada das organizações sociais no Estado, pelo investimento a partir do financiamento do BID, o que vai requalificar toda nossa rede de atendimento hospitalar”, pontuou.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual anunciou para o começo do próximo ano o início das obras do Centro de Convenções de Campina Grande, onde serão investidos cerca de R$ 100 milhões. “Nós também queremos seguir a linha de interiorização do turismo porque queremos aproveitar esses investimentos que estão sendo implantados no Polo Turístico Cabo Branco para atrair o turista e fazer com que ele conheça os diversos atrativos que a Paraíba tem”, frisou.

Ele ainda antecipou que o Governo do Estado irá promover o Salão do Artesanato virtual. “Nós estamos nos adaptando a esse novo momento. Realizamos o maior Salão do Artesanato em Campina Grande, em 2019, realizamos o maior Salão do Artesanato de João Pessoa com a venda de mais de 70 mil itens, promovemos um desfile de moda baseado na renda renascença, que resultou na participação da Paraíba no desfile da São Paulo Fashion Week e vamos inovar com a possibilidade de venda de todos os produtos dos artesãos que queiram participar, sendo disponibilizados na internet por meio de uma ferramenta que estamos desenvolvendo em parceria com o Sebrae”, finalizou.

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados