Connect with us

PARAÍBA

Professor promove agricultura orgânica no Sertão e colhe macaxeira de 7,2 kg na 1ª safra

Publicado

em

Dono de uma pequena propriedade localizada na Zona Rural do município de Boa Ventura, no Sertão da Paraíba, a 371 km de João Pessoa, o professor de história Paulo Henrique, morador da cidade vizinha de Itaporanga, foi surpreendido logo na primeira colheita realizada no sítio dele. Uma macaxeira de 7,2 kg foi colhida e deverá ser comercializada em feira livre. A cultura no local, a princípio, seria para o consumo familiar, mas, com esse primeiro sinal positivo, a atividade poderá ser expandida, segundo o idealizador, que já pensa em colher raízes ainda maiores.

“Começamos a plantar há cerca de um ano, no fim do período de chuvas na região. Para a irrigação da plantação, que ocupa cerca de seis hectares, aproveitamos o resto da água do Rio Piancó, que passa por dentro da propriedade, mas não é perene, e a água retirada de um poço. Adubei tudo de maneira orgânica, usando apenas esterco bovino, sem a utilização de qualquer inseticida”, contou o professor.

Na área cultivada, Paulo Henrique também reservou espaço para a plantação de coentro, pimentão, feijão verde e milho que, assim como a macaxeira, também já estão em fase inicial de comercialização. Para manter o solo por inteiro sempre nas condições ideais, ele adquiriu um motor para bombear a água disponível e instalou aspersores que lançam o líquido em todas as direções.

“Também estou tentando plantar tomate, mas ainda está em fase de experiência”, revelou, acrescentando que também pensa em incluir o cultivo de inhame, já que o da macaxeira está dando certo.

Ele ainda não contabilizou quantos quilos já foram colhidos, mas disse que está animado para profissionalizar a atividade, que já julga lucrativa. Segundo informou, o quilo da macaxeira é vendido a R$ 2.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Emater-PB, José Marinho de Lima, a colheita de uma macaxeira de mais de sete quilos, apesar de ser um fato que já aconteceu em outras oportunidades, com o aparecimento de espécimes até maiores, é uma ocorrência “excepcional”, acontecendo apenas em áreas bem irrigadas e adubadas, o que pode indicar que o professor está no caminho certo.

“O peso normal máximo da macaxeira gira em torno de dois a três quilos. É uma cultura que ocorre mais entre a região do Brejo e o Litoral. O ciclo de plantio e colheita gira em torno de onze a doze meses”, explicou o engenheiro.

Conseguindo resultado satisfatório em uma região que não é, necessariamente, propícia àquela cultura, Paulo Henrique tem grande expectativa de que a transposição das águas do Rio São Francisco possa alimentar o leito do Rio Piancó para que a agricultura da região possa realmente prosperar. Ele evidencia o potencial do Sertão para diferentes cultivos e pede que as autoridades políticas voltem os olhares cada vez mais para a economia do semiárido.

Portal Correio

Continue lendo

PARAÍBA

Prefeitura de Cacimba de Dentro inscreve para concurso público com 176 vagas até esta quarta-feira

Publicado

em

Terminam nesta quarta-feira (02), as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Cacimba de Dentro. São oferecidas 176 vagas e a remuneração varia do valor do salário mínimo até R$ 12 mil.

Os interessados podem se inscrever no site da CPCon para vagas de níveis fundamental, médio, técnico, e superior. A taxa de inscrição varia de R$ 65 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) a R$ 105 (superior). 

Confira o edital do concurso da Prefeitura de Cacimba de Dentro-PB

As provas devem ser aplicadas em 28 de fevereiro, para cargos de nível fundamental, e 14 março de 2021, para cargos de níveis médio a superior.

ClickPB

Continue lendo

PARAÍBA

João Azevêdo assina nesta quarta-feira empréstimo de US$ 127 milhões e anuncia obras hídricas contempladas com o investimento

Publicado

em

O governador João Azevêdo assina, nesta quarta-feira (2), às 14h, no Palácio da Redenção, em João Pessoa, durante reunião virtual com o Banco Mundial, um empréstimo de aproximadamente US$ 127 milhões para investimentos em infraestrutura hídrica no Estado. Na ocasião, o gestor também anunciará quais serão as obras que serão contempladas com o investimento. 

A informação foi divulgada pelo gestor durante entrevista ao programa F5, da Rádio Pop, oportunidade em que fez um balanço das ações executadas pelo Governo do Estado nas áreas da saúde, social e econômica para o enfrentamento da pandemia da covid-19 e do esforço da gestão estadual para manter o equilíbrio fiscal do Estado para garantir a movimentação da economia e o fomento da geração de emprego e renda.

“Conseguimos fazer o nosso dever de casa, mesmo durante uma pandemia que trouxe uma queda de receita enorme e fechamos o ano assinando contratos com mecanismos internacionais. Vamos começar o ano com quase R$ 1 bilhão de investimentos e essas medidas serão extraordinárias para a economia, com a geração de emprego e renda. Nós já assinamos há quinze dias, um empréstimo de US$ 45 milhões, além de US$ 11 milhões de contrapartida do Governo do Estado, totalizando US$ 56 milhões para investir na saúde, uma área em que deixaremos o maior legado para a Paraíba, com a implantação da PBSaúde, pela retirada das organizações sociais no Estado, pelo investimento a partir do financiamento do BID, o que vai requalificar toda nossa rede de atendimento hospitalar”, pontuou.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual anunciou para o começo do próximo ano o início das obras do Centro de Convenções de Campina Grande, onde serão investidos cerca de R$ 100 milhões. “Nós também queremos seguir a linha de interiorização do turismo porque queremos aproveitar esses investimentos que estão sendo implantados no Polo Turístico Cabo Branco para atrair o turista e fazer com que ele conheça os diversos atrativos que a Paraíba tem”, frisou.

Ele ainda antecipou que o Governo do Estado irá promover o Salão do Artesanato virtual. “Nós estamos nos adaptando a esse novo momento. Realizamos o maior Salão do Artesanato em Campina Grande, em 2019, realizamos o maior Salão do Artesanato de João Pessoa com a venda de mais de 70 mil itens, promovemos um desfile de moda baseado na renda renascença, que resultou na participação da Paraíba no desfile da São Paulo Fashion Week e vamos inovar com a possibilidade de venda de todos os produtos dos artesãos que queiram participar, sendo disponibilizados na internet por meio de uma ferramenta que estamos desenvolvendo em parceria com o Sebrae”, finalizou.

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados