Connect with us

EDUCAÇÃO

Professora da Paraíba defende gays em texto e ‘viraliza’, com mais de 26 mil compartilhamentos

Publicado

em

“O casamento gay é facultativo. Ninguém no Brasil é obrigado a casar com um gay. Se você não é gay, a lei não lhe diz respeito”. Assim começa o texto da médica pediatra e professora paraibana Emmanuelle Lira, que ganhou o mundo ao mostrar críticas à falta de tolerância e à homofobia. Até essa quarta (1º), a publicação de 21 de março, no Facebook, já teve mais de 319 curtidas e 26,2 mil compartilhamentos, inclusive entre celebridades como Thammy Miranda. O texto também está disseminado no WhatsApp. Leia-o abaixo.

Natural de Cajazeiras, a 468 km de João Pessoa, no Sertão da Paraíba, e irmã da esposa da cantora paraibana Val Donato, Emmanuelle disse que escreveu o texto no celular depois de receber uma série de correntes com críticas a respeito de beijo gay na televisão e da adoção de filhos por casais homoafetivos, já reconhecida pela ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF). Conforme publicado na Agência Brasil, no entendimento de Cármen Lúcia, o conceito de família, com regras de visibilidade, continuidade e durabilidade, também pode ser aplicado a pessoas do mesmo sexo.

“Não sou gay, mas poderia ser; minha filha pode ser. As pessoas precisam estar preparadas para lidar com isso e saber como conversar com os filhos quando eles perguntarem por que pessoas do mesmo sexo vivem como casais. Melhor que as crianças sejam orientadas em casa, pelos pais, do que na rua, por estranhos. Muitos preferem fingir que a situação não existe e querem esconder, mas a relação homoafetiva deve ser encarada e respeitada”, defende a professora, que é casada e mãe de uma menina de dois meses.

“Da mesma forma que as pessoas têm suas opiniões contrárias, também tenho a minha que é em defesa dos homossexuais. Acredito que, sem querer, acabei encontrando muitas pessoas que concordam comigo e estão saturadas de tanto preconceito”, disse ela surpresa com a repercussão.

Filha de evangélicos, ela diz que é um erro colocar religião contra a homoafetividade. “Minha mãe é evangélica, mas totalmente contra a homofobia. Minha irmã é lésbica e nós a amamos. Quem cria rixas e problemas entre crenças e pessoas são os ignorantes, não é Deus nem as religiões”, explicou, em entrevista ao Portal Correio.

Veja o texto publicado pela professora no Facebook:

“Alguns esclarecimentos importantes:

1. O casamento gay é facultativo. Ninguém no Brasil é obrigado a casar com um gay. Se você não é gay, a lei não lhe diz respeito.

2. O Beijo gay é o mesmo que qualquer Beijo. Ser gay é uma característica de pessoas, não de Beijos. Não existe Beijo negro ou Beijo gordo. Ah, e também é facultativo. Ninguém é obrigado a beijar alguém do mesmo sexo. Ufa! Podem dormir tranquilos.

3. A adoção de crianças por casais gays é quando um casal gay adota uma criança de um orfanato, não uma criança da sua casa. Se você não é gay e não é uma criança num orfanato, essa lei não lhe diz respeito.

4. A Globo é só uma emissora dentre muitas. Eu, por exemplo, só tenho Sky e na Paraíba a Sky não tem Globo. Ninguém no Brasil é obrigado a assistir a Novela das 9. Se assiste, é porque quer ver. Então veja.

5. Todos os programas no Brasil têm classificação indicativa. Nenhuma novela é aconselhável pra crianças de 6 ou 7 anos. Então você estiver preocupado com seu filho ver Beijo de novela das 9, então a Globo não é o seu maior problema. Vá ler o Estatuto da criança e do adolescente.

6. Se você é cristão, saia do Levítico e do Deuteronômio e vá ler o Sermão da Montanha e aprender o que é tolerância.

Parafraseando a Pitty: nenhuma mulher vai voltar pra cozinha, nenhum negro vai voltar pra senzala e nenhum gay vai voltar pro armário. Entendam isso”.

Repercussão

“Concordo plenamente com você Emmanuelle Lira, não sei porque algumas pessoas se sentem ameaçadas com essas questões, que em nada lhes afetam”, comentou Rozilene Lopes de Sousa na postagem.

“BACANA. A Nossa “obrigação” é respeitar uns aos outros“, afirmou Suelene Lopes. “Mais do que lindas, suas palavras são uma poderosa reflexão para essa geração de hipócritas e críticos que representam um atraso vivo desta época”, escreveu Francisco Figueiredo.

“Muito bom, Emmanuelle! Só um detalhe lógico, mas pertinente talvez: os gays quando adotam uma criança, esta mesma criança foi rejeitada por um casal hétero que a gerou. Então, Viva!!!”, postou Livia Brocos. O Portal Correio não encontrou nenhum comentário contrário.

Thammy Miranda compartilhou a mensagem no Instagram e teve mais de 3,6 mil likes.
Thammy Miranda postou a mensagem no Instagram

Foto: Thammy Miranda postou a mensagem no Instagram
Créditos: Reprodução/Thammy Miranda

Emmanuelle Lira é graduada em Medicina pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB, professora de Medicina na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), mestra em Saúde Coletiva e faz residência médica em Pediatria.

 

Portal Correio

Continue lendo

EDUCAÇÃO

MEC publica relação de aprovados na segunda chamada do Prouni

Publicado

em

O Ministério da Educação publica hoje (8) a relação de candidatos aprovados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021. O prazo para que os selecionados comprovem as informações que foram prestadas na inscrição encerrará no dia 24 de fevereiro.

A lista com o nome dos selecionados para o primeiro processo seletivo de 2021, bem como o cronograma do programa, pode ser acessada por meio do site do Prouni.

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni. Desse total, 52.839 são para cursos na modalidade de educação à distância.

Critérios

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Excepcionalmente neste ano, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e apenas o primeiro dia de provas foi realizado.

Continue lendo

EDUCAÇÃO

Govenador anuncia ampliação de mais 73 escolas integrais e modelo de ensino chegará a todos os 223 municípios da Paraíba

Publicado

em

A Rede Estadual de Ensino contará com mais 73 Escolas Cidadãs Integrais em 2021. Com a ampliação, 72 novos municípios terão o modelo de ensino, com 15.150 novas vagas. Assim, todos os 223 municípios do território paraibano serão contemplados com Escolas Cidadãs Integrais. O anuncio foi feito pelo governador João Azevêdo, nesta segunda-feira (25), no programa ‘Conversa com o Governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara,

A pré-matrícula nas escolas com novo modelo já estará disponível a partir das 17h de hoje, por meio de formulário no site aqui

Na expansão, das 73 novas escolas, 25 serão técnicas, ou seja, oferecerão cursos técnicos integrados ao Ensino Médio, com novos cursos técnicos implantados na Paraíba nas áreas de Gestão e Negócios; Produção Cultural e Design; Recursos Naturais; Produção Industrial e Controle e Processos Industriais.

Assim, a Rede passará a ter 302 escolas integrais, das quais 124 oferecem cursos técnicos. Com as novas escolas, a Rede Estadual de Ensino vai ofertar um total de 74.569 vagas para alunos em tempo integral na Paraíba neste ano.

Assim, a Rede passará a ter 302 escolas integrais, das quais 124 oferecem cursos técnicos. Com as novas escolas, a Rede Estadual de Ensino vai ofertar um total de 74.569 vagas para alunos em tempo integral na Paraíba neste ano.

“Nós estamos atingindo a meta de ter pelo menos uma Escola Cidadã Integral em cada município da Paraíba em 2021, antecipando em um ano essa ação. Isso é muito importante porque essas escolas têm dado um retorno muito grande na qualidade de ensino, no envolvimento dos alunos e na possibilidade de gerar novas alternativas”, comentou o governador João Azevêdo.

Para o secretário de Estado da Educação, Cláudio Furtado, “alcançar todos os municípios paraibanos com oferta de ensino em tempo integral era uma promessa a ser cumprida porque sabemos a diferença que esta modalidade de ensino faz na vida dos estudantes, incluindo as escolas que passam a ofertar cursos técnicos integrados ao ensino médio. Estamos comprometidos com o futuro dos nossos jovens e com as oportunidades que um ensino público de qualidade pode gerar”.

A gerente de Ensino Médio, Léia Gonçalo, explica que, “a expansão mostra que estamos conseguindo oferecer o acesso à educação diferenciada e com mais oportunidades sempre visando à realização do projeto de vida a todos os jovens paraibanos. Esse é um sonho que agora se torna realidade exatamente quando o modelo completa 5 anos no estado”.

O Modelo – O Programa Escola Cidadã Integral é um novo modelo de escola pública que tem a proposta de organização e funcionamento em tempo único (integral). É uma política pública e está inserida no Plano Nacional de Educação, de acordo com a meta 6: “Oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica” e também no Plano Estadual de Educação.

Essas escolas são organizadas com salas temáticas, laboratórios de informática, ciências e outros espaços de vivências, onde os jovens podem transitar, a partir do seu projeto de vida, em suas competências cognitivas e socioemocionais, de forma a desenvolver as suas potencialidades.

 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados