Connect with us

PARAÍBA

Ricardo nega intenção de ser presidente: “Já tive mais do que eu sonhava”

Publicado

em

O governador Ricardo Coutinho (PSB) concedeu, na noite desta segunda-feira (27), a última entrevista antes do ano na TV Master. O socialista fez um balanço de 2016 e apresentou expectativas para o ano que se aproxima. Mas além disso, fez uma análise da conjuntura no Brasil – tocando os mais diversos aspectos da crise política, institucional e econômica que assola o país, falando, inclusive, de seu relacionamento com a direção nacional do PSB e se tem pretensão de disputar a presidência da república em 2018.

Ricardo disse que seu foco no momento é a administração com a Paraíba e que, com a conjuntura atual, os fatos podem mudar rapidamente, portanto prefere não fazer planos visando 2018 – deixando claro estar satisfeito com tudo que conquistou ao longo da vida e afastando a hipótese de ser candidato à presidência.

“Nesse momento eu estou pensando em uma coisa: vencer o desafio de conduzir a Paraíba. Eu só estou pensando nisso. Estou focado nisso, porque não se sabe no país nem como vai ser daqui a um mês. Você não sabe o que vai dar o julgamento do TSE, não sabe a conjuntura política que pode influenciar, você não sabe como vai estar a economia, quantas listas sairão. Não estou colocando meu nome para nada. Eu já tive mais do que eu sonhava, do que eu queria, do que eu pensava”, observou.

O governador confirmou que teve posicionamentos divergentes em relação à legenda no âmbito nacional e fez uma autocrítica em nome do partido sobre a postura do partido no processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT).

“O partido tinha que fazer um enfrentamento diferente. O primeiro era a defesa da democracia; o segundo, se não concorda com o governo, se faz oposição. Eu acompanharia, faria oposição, mas quebrar a regra do jogo não porque não se tinha nenhum crime de responsabilidade e se pagaria caro por aquilo e a história seria implacável. Não com os oportunistas, com aqueles que não tem nenhum sentimento, sentido na democracia. Esses são os lixos da história”, comentou

Sobre a sua gestão, comemorou a rotina de obras chegando a dizer que não tem agenda para acompanhar todas as inaugurações, enquanto outros estados têm uma ou duas inaugurações no máximo ao ano. O gestor falou também que espera que o Tesouro Nacional reclassifique a Paraíba, pois a culpa da queda de repasse seria do próprio governo federal.

“Um Estado que paga em dia, que tem uma relação de dívida e receita líquida de 0,41. Foi um preciosismo da avaliação. “Não, é porque o comprometimento de pessoal aumentou na receita de corrente líquida”. É verdade, eu cansei de dizer isso aqui. Claro que aumentou, se a receita caiu… E qual foi a receita que caiu? A do FPE, que é uma política nacional. E eu disse lá na reunião com o Ministério da Fazenda: “Vocês tinham que se punir. Não punir o Estado. O Estado está sendo punido por conta de vocês”, avaliou.

Coutinho disse ainda que não considera as mudanças que fará no secretariado como um “novo secretariado” e que mudanças sempre acontecem, cobrando trabalho e resultados dos seus secretários.

“Eu vou terminar o governo com mais pique do que quando começou. Se não tiver o pique, eu tiro. Isso é um recado aqui para os secretários. Se não tiver pique, vá fazer outra coisa que não dá certo não”, concluiu.

Da redação

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Com chegada de novas remessas da vacina contra a Covid-19, idosos de 70 a 80 anos na Paraíba serão imunizados até março

Publicado

em

Com a chegada de novas remessas da vacina contra a Covid-19, nesta quarta-feira (3) na Paraíba, a imunização de idosos de 70 a 80 anos na Paraíba será efetivada. A estimativa, segundo o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, em entrevista ao ClickPB, é de que toda a população nessa faixa etária seja imunizada durante todo o mês de março, além dos profissionais de Saúde da linha de frente de combate ao coronavírus. Atualmente estão recebendo as doses os idosos com mais de 75 anos.

De acordo com ele, com a continuidade do envio das remessas das doses de vacinas, no cronograma previsto no Plano Nacional do Ministério da Saúde, conforme forem chegando novas remessas o público alvo será ampliado, sendo assim, a próxima faixa etária será de idosos entre 60 e 69 anos.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quarta-feira (3), a Paraíba já passa de 224.287 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, com 4.588 mortes confirmadas. São 1.118 novos casos e mais 30 mortes na última atualização. Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença e 206 cidades registraram óbitos.

ClickPB

Continue lendo

PARAÍBA

Vereadora de Teixeira morre de Covid-19 quatro dias após marido perder a vida

Publicado

em

Morreu na tarde desta quarta-feira (03), a vereadora do município de Teixeira, Iranilda Lira Martins (Nilda Lira), aos 47 anos de idade, vítima de Covid-19. Ela faleceu quatro dias após o marido, Marcos de Totó, também perder a vida devido ao coronavírus. Um filho, que morava com a parlamentar, também foi diagnosticado com a doença.

Nilda Lira estava internada desde o último domingo no Complexo Regional Hospitalar de Patos por conta do comprometimento pulmonar decorrente da doença. No sábado passado (27), a vereadora havia perdido o marido para a mesma doença e um dia após, deu entrada nessa unidade hospitalar.

A vereadora, que estava no seu segundo mandato na Câmara Municipal de Teixeira, no Sertão paraibano, deixa filho, que também contraiu o vírus, e netos como o ClickPB apurou. Em maio de 2019, a parlamentar perdeu um filho em um acidente de moto e a família vivia esse luto da perda. Não haverá velório. O horário do sepultamento não foi divulgado. A Câmara Municipal emitiu uma nota de pesar. 

A nota diz:

“Nilda era uma mulher séria, honesta, simples e humilde, que ficará marcada por uma história de luta em favor dos teixeirenses, com seu jeito calmo ela conquistava todos ao seu redor, tratava as pessoas com respeito e carinho. Teixeira perde, além de uma grande política, uma grande mulher, GUERREIRA, Nilda nunca será esquecida, seu legado ficará marcado para sempre. Hoje Nilda Lira saiu da vida para entrar na história do nosso Município”.

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados