Connect with us

GERAL

SAÚDE ANIMAL: Gestação em cadelas

Publicado

em

A gestação em cadelas ou (gravidez em cadelas) é um período de grande importância em todas as espécies de mamíferos, o que não difere com as cadelas.

Gestação da cadela – Tempo de duração

A gestação dura de 58-62 dias, muito mais rápido, comparado a gestação dos humanos, mas apesar das pessoas sempre buscarem similaridades entre as espécies, no quesito hormonal/gestacional ocorrem grandes divergências.

Cio da cadela – Tempo de duração

As cadelas possuem um ciclo bem definido, ciclam ou entram no cio a cada 6 meses em media, com rara exceções,e sendo raras não devem ser notadas.
O cio da cadela dura me media 13-15 dias, sendo que o período fértil, em que ocorre o cruzamento,ela só permite durante o período fértil que ocorre a partir do decimo primeiro dia de sangramento ao décimo quinto dia,portanto antes disso ela não permite a monta, ou o cruzamento. Após o cruzamento,cerca de 20-30 dias deve ser avaliada por um veterinário para confirmação da prenhes.

Gestação em cadelas – Alimentação

A partir do diagnostico, sua alimentação deve ser modificada para raçao de filhotes a qual tem mais vitaminas, cálcio, proteína, ajudando assim na sua necessidade calórica gestacional. Em raças grandes e/ou gigantes as vezes é necessário a suplementação desses em formas farmacêuticas. Saiba mais sobre os cuidados com a nutrição na gestação em cadelas.

Cadelas gravidas – Cuidados especiais

A gestação das raças braquicefálicas como Pug, devem ser cuidadas mais de perto, inclusive o parto deve ser assistido e não raramente por cesariana,devido a anatomia especifica.
Após 58-62 dias a cadela diminui a sua atividade motora,no dia do parto pode ou não alimentar-se,mas normalmente não se alimenta e ao sinal das contrações, normalmente se deita em decúbito lateral e quanto mais curtas as ondas de contração,mais perto está o nascimento dos filhotes.
Esse momento apesar de causar grande curiosidade em pessoas, o ambiente deve ser o mais calmo possível, em meia luz e sem grande movimentação,para que a mãe se sinta segura em parir seus filhotes,ao qual ela manterá sobre seus cuidados.

Cadelas gravidas – Nascimento dos filhotes

A partir do nascimento do filhote, normalmente a mãe tem condições de fazer tudo sozinha, salva exceções, e então ela rasga a placenta, corta o cordão umbilical, cessa o sangramento do cordão, em seguida inicia a limpeza das narinas, ajudando assim o filhote a respirar, após lambe a região torácica para estimular seu batimento cardíaco, limpa todo o filhote, come a placenta para deixar o local limpo para os demais nascimentos (essa situação se estiver sendo assistida, descartar a placenta é uma boa opção), e enfim o direciona as mamas, estimulando esse a receber o colostro.

Cadelas grávidas – Cesariana

O intervalo entre os filhotes não deve exceder duas horas, pois isso tem um grande indicio de parto distócico e somente o veterinário tem condição de avaliar e indicar a necessidade de cesárea. Ao final do parto, a mãe com certeza esta exausta,cansada e continua seu trabalho imediatamente após o nascimento, limpando,aquecendo e cuidando de seus filhotes.
Os cuidados são feitos somente pela mãe,claro se esta estiver saudável e com leite suficiente para a ninhada e somente a partir de 30 dias é que se da inicio a alimentação. A mãe é responsável também pela higienização sanitária dos filhotes ate em media 15-20 dias, limpando seus dejetos. A cadela volta ao ciclo estral e em média 4 meses após o parto encontra-se em seu período fértil novamente.

M.V. Dra. Angelica Lang Klaussner
CRMV 9579

OUTRAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Confira as dicas sobre gestação canina:

1- As vacinas tanto da fêmea quando do macho devem estar em dia durante a gestação;

2- Sua cadela deve ser acompanhada por um veterinário durante todo o período;

3- Fique atento às três primeiras semanas de gestação, pois o peso varia pouco e se houver muita perda de peso procure rapidamente o veterinário;

4- Na terceira semana a cadela normalmente perde o apetite. Para estimulá-la a comer umedeça a ração;

5- Depois dos 30 primeiros dias de gestação, a fêmea deve receber uma ração especial com mais proteína e mais calórica;

6- Faça atividades com a cadela prenha. Caminhadas leves são recomendadas, pois os músculos precisam estar fortalecidos para o parto;

7- Evite estressar o animal para que ele não tenha um parto prematuro;

8- Quanto estiver próximo do parto a fêmea passa a se sentir mais sonolenta e preguiçosa. Não se preocupe, pois é normal;

9- Na última semana prepare um cantinho especial, longe de barulhos e movimento e coloque lençóis velhos, jornais e uma caixa de papelão para que ela possa parir e seja fácil de limpar depois;

10- Após as contrações, o primeiro filhote pode levar até 4h para nascer. Se isso não acontecer chame o veterinário. O intervalo de nascimento entre um filhote e outro é de 15 minutos a 1h.

PESQUISA TÉCNICA/COLABORAÇÃO:

José Alves de Araújo
            TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA
                          EMATER PB

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GERAL

Mulheres solteiras são mais felizes e vivem mais, diz especialista

Publicado

em

No livro Felizes Para Sempre, Paul Dolan cita um estudo realizado nos Estados Unidos – a Pesquisa de Tempo de Uso Americano (ATUS) – que comparou níveis de felicidade e tristeza em pessoas solteiras, casadas, divorciadas, separadas e viúvas.

De acordo com o especialista comportamental, mulheres solteiras não só são mais alegres como têm probabilidade de viver mais que suas amigas casadas e com filhos. As últimas evidências mostram que os marcadores usados para medir o sucesso antigamente não se correlacionam com felicidade – particularmente o casamento e a criação de herdeiros.

“Temos alguns dados longitudinais acompanhando as mesmas pessoas ao longo do tempo, mas vou prestar um enorme desserviço a essa ciência e apenas dizer: se você é homem, provavelmente deveria se casar; se você é mulher, não se preocupe”, disse o cientista em um festival realizado recentemente no Reino Unido.

No caso dos homens, é o contrário

No caso masculino, a estatística prova o contrário.

Os homens se beneficiaram com o casamento porque “se acalmaram”, disse Dolan. “Você corre menos riscos, ganha mais dinheiro no trabalho e vive um pouco mais. A parceira, por outro lado, tem que aguentar isso e morre mais cedo do que se nunca tivesse se casado. O subgrupo mais saudável e feliz da população são as mulheres que nunca se casaram ou tiveram filhos”, completou.

Contudo, existem outras variáveis nessa equação.

Preconceitos

O especialista aponta que, apesar dos benefícios de um estilo de vida sem responsabilidades com marido e filhos, os preconceitos presentes na sociedade podem levar algumas mulheres solteiras a se sentirem infelizes.

“Você vê uma mulher solteira de 40 anos, que nunca teve filhos e pensa: ‘Deus, que pena, não é? Talvez um dia você encontre o cara certo e isso mude.’ Não, talvez ela encontre o cara errado e isso mude. Talvez ela encontre um cara que a torne menos feliz e saudável, e morra mais cedo”, encerrou o especialista.

Você concorda?

Com informações do Metrópoles

Continue lendo

GERAL

Dezembro terá fenômeno astronômico que não ocorre desde a Idade Média

Publicado

em

Um fenômeno astronômico que não acontece desde a Idade Média poderá ser observado no dia 21 de dezembro, logo após o pôr do Sol: a proximidade entre Júpiter e Saturno fará com que esses dois corpos celestes pareçam um planeta duplo.

A proximidade entre os dois planetas já está ocorrendo e, entre os dias 16 e 25 de dezembro, a percepção será de que eles estarão separados por menos do que um diâmetro de lua cheia. “Na noite de maior aproximação, em 21 de dezembro, eles se parecerão com um planeta duplo, separados por apenas um quinto do diâmetro da lua cheia”, explica o astrônomo da Rice University, Patrick Hartigan.

Embora as melhores condições de visualização sejam próximas ao Equador, o fenômeno poderá ser observado em qualquer lugar da Terra, se o clima permitir. Hartigan explica que a dupla planetária aparecerá baixo no céu ocidental por cerca de uma hora após o pôr do sol todas as noites. “Para a maioria dos observadores do telescópio, cada planeta e várias de suas maiores luas estarão visíveis no mesmo campo de naquela noite”, acrescentou.

Segundo o astrônomo, alinhamentos entre esses dois planetas são bastante raros. “No entanto, esta conjunção é excepcionalmente rara por causa da maior proximidade entre eles. Você teria que voltar até um pouco antes do amanhecer de 4 de março de 1226 para observar um alinhamento mais próximo entre esses objetos visíveis no céu noturno”, complementou.

A próxima vez que esse vento ocorrerá será no dia 15 de março de 2080. Depois, só depois do ano 2400.


Agência Brasil

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados