Connect with us

POLÍTICA

SOL E MAR: mesmo de recesso na Câmara, deputado paraibano usou R$ 30 mil para divulgar atividades

Publicado

em

Todos sabem que a divulgação da atividade parlamentar é direito de todo e qualquer representante da sociedade no Legislativo, ainda mais quando falamos da bancada federal paraibana em Brasília, que se comparada com legislaturas passadas vem desempenhando bem o seu papel.

Porém analisando detalhadamente os gastos da bancada com o “Cotão” os gastos do deputado federal reeleito Benjamin Maranhão (PMDB) chamaram a atenção em especial no mês de janeiro, período de recesso parlamentar, tempo em que todos os parlamentares usam para viajar, curtir férias e descansar nas suas bases eleitorais.

Só que o deputado de Araruna, quis mostrar serviço e utilizou R$30.000,00 no mês de janeiro para divulgação de suas atividades parlamentares, números que chamam a atenção quando comparados com outros deputados paraibanos que foram reeleitos: Hugo Motta (PMDB) utilizou R$6.600, Wlson Filho (PTB) R$4.500,00, Luis Couto (PT) R$ 1.000,00, enquanto od deputados:Damião Feliciano (PDT), Aguinaldo Ribeiro (PP) e Efraim Filho (DEM) não utilizaram o “Cotão’ no mês de janeiro paradivulgação de atividade parlamentar.

ENTENDA: Todo mês os cofres públicos bancam gastos que os 581 congressistas dizem ter feito no estrito exercício de sua atividade parlamentar.. São permitidas despesas com aluguel de escritório, de carro, gasolina, telefone, alimentação, entre outros.Tanto a Câmara quanto o Senado conferem apenas se o custo que o parlamentar diz ter tido se enquadra nas regras de reembolso, portanto se tornando uma verba de livre arbítrio para o deputado.

Redação

PB Agora

 

 

Continue lendo

POLÍTICA

Felipe Neto explica seu antipetismo: “eu tinha 25 anos e jovem faz bosta”

Publicado

em

O youtuber Felipe Neto, que estimulou o discurso de ódio contra a esquerda e apoiou o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, reconheceu, ao participar de uma live do jornal Valor Econômico, seus erros. “Eu tinha 25 anos e jovem faz bosta. Eu realmente achava que o PT era o pior governo que este país já teve desde 1500. Acha o PT a escória”, disse ele. Felipe afirmou que mudou muito sua visão de lá pra cá e que passou a ver as coisas mais tecnicamente – e, de fato, as estatísticas oficiais mostram que os governos Lula e Dilma foram os que mais reduziram a pobreza e as desigualdades sociais, em toda a história do Brasil.

Felipe hoje prega a união das esquerdas e uma frente ampla contra Jair Bolsonaro, sem a imposição de nomes que dividam os eleitores. Na sua visão, os jovens têm sido atraídos pela direita, porque ela tem se mostrado mais acolhedora e apresentado soluções fáceis. “Putz, é só ser liberal que resolvemos todos os problemas. Tem que acabar com a CLT, cara”, disse Felipe, de forma irônica. Desde que passou a ser crítico do bolsonarismo, ele se tornou um dos maiores alvos da extrema-direita e passou a viver sob um forte esquema de segurança pessoal.

Brasil 247

Continue lendo

POLÍTICA

Marília Arraes consolida liderança e está a um passo de vencer no Recife

Publicado

em

Pesquisa de intenções de voto para o segundo turno da disputa pela Prefeitura do Recife, divulgada nesta quarta-feira (24), realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco, Marília Arraes (PT) aparece com 54% dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos) e João Campos (PSB), com 46%. 

Na levantamento estimulado, Marília Arraes registra 44% das citações e o candidato do PSB soma 38% das menções

A pesquisa Folha/Ipespe também avaliou o índice de rejeição dos candidatos. João Campos soma 42% das citações e Marília Arraes aparece com 38%. As informações são do Blog do Ricardo Antunes.

O caminho da vitória de Marília Arraes está pavimentado. Reta final em Recife mobiliza a militância do PT e forças aliadas dos movimentos democráticos e populares da cidade. 

Brasil 247

 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados