Connect with us

PARAÍBA

Técnica de irrigação com uso de garrafa pet garante economia de água na seca

Publicado

em

Um sistema artesanal com garrafa pet, já usado em outras regiões do país, vem se mostrando eficiente, econômico e de fácil de manuseio também na Paraíba, principalmente durante épocas de longa estiagem. O recurso está sendo usada cada vez mais por agricultores familiares para a irrigação de plantações de hortaliças e frutíferas, com a orientação técnica da Emater-PB, empresa de extensão rural integrante da Gestão Unificada, vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca.

Segundo o engenheiro agrônomo José Marinho de Lima, com uma garrafa pet o agricultor pode instalar um sistema de gotejamento simples e barato para irrigação de plantas sem desperdiçar água. O fluxo é feito de forma contínua, em pouca quantidade, pois a água passa por um pequeno furo aberto no fundo ou na tampa da garrafa e forma um bulbo molhado diretamente no tronco da planta. Desta maneira, a terra fica sempre úmida, com pequena perda de água pela evaporação. O reservatório (garrafa pet) é reabastecido e o processo se renova.

Este processo, inclusive, está sendo levado ao conhecimento de agricultores familiares integrantes do Projeto Ecoprodutivo, que vem sendo desenvolvido pela Gestão Unificada e parceiros, a exemplo das ações executadas no Assentamento Pitombeira, no município de Várzea, no Seridó da Paraíba, a 320 km de João Pessoa.

Os resultados têm sido satisfatórios e nas comunidades onde o projeto é apresentado, os agricultores têm aceitado e, em pouco tempo, reconhecem como uma alternativa para a convivência com a escassez de água no semiárido, sem deixar de produzir frutas e verduras em quintais produtivos.

Como funciona

Segundo o agrônomo da Emater-PB, para preparar o sistema é necessário um furo que pode ser aberto na tampa ou no fundo da garrafa, dependendo da forma como deve ser colocada para a rega. Quanto mais largo o furo, maior a quantidade de água que será liberada. Também deve ser feita uma abertura para a entrada de ar e para facilitar o gotejamento.

José Marinho recomenda que, antes de ser utilizada, a garrafa deve ser lavada e a tampa bem fechada. Ela pode ser fixada com arame em um piquete de madeira ou no próprio tronco da árvore. Esse sistema rústico e eficaz de irrigação não precisa do uso de energia. O sistema de irrigação por gotejamento umedece as plantas de forma lenta, mas contínua e controlada, de forma a garantir economia de água, sendo essa alguma de suas vantagens, além eficiência na adubação, reutilização da garrafa plástica, manutenção por longo prazo da umidade e ajuda na preservação do meio-ambiente.

Além do abastecimento manual, José Marinho ressaltou que o provimento das garrafas pode acontecer de maneira prática e automática. Para tanto, é preciso colocar um reservatório com uma capacidade armazenadora superior ao volume de todas as garrafas distribuídas na área, em uma posição mais elevada, de maneira que o reabastecimento possa ocorrer automaticamente, sem a necessidade da utilização de mão de obra.

Portal Correio

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PARAÍBA

Prefeito eleito promove festa com banda ‘Cavaleiros do Forró’ e aglomeração na PB

Publicado

em

Com o município em bandeira amarela devido ao risco de contaminação pela covid-19, o prefeito eleito de São João do Tigre, Márcio Leite (Republicanos) promoveu uma festa na noite de sábado (21), pra comemorar a vitória nas eleições 2020.

O show da banda Cavaleiros do Forró levou uma multidão para a praça central da cidade.

A própria banda publicou no Instagram um vídeo mostrando a aglomeração. Nele, é possível ver que a quase totalidade das pessoas estava sem máscara.

“Depois de 8 meses voltamos ao palco, e foi emocionante. Não bastasse o prazer de cantar e fazer as pessoas um pouco mais felizes, ontem tb estávamos representando milhares de famílias desempregadas que estavam tristes, desprezadas, doloridas e até com fome. Obg Paraíba!! Obg São João do Tigre, vcs estarão para sempre na nossa história”, diz a publicação. 

A cidade de São João do Tigre está inserida na bandeira amarela, portanto, não é recomendado a realização de festas, segundo o Ministério da Saúde. 


Paraíba.com.br

Continue lendo

PARAÍBA

Paraíba confirma 627 novos casos e 9 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h; total de mortes chega a 3.232 e 140.982 infectados

Publicado

em

A Paraíba registrou 627 novos casos de Covid-19 e 09 óbitos confirmados desde a última atualização, 07 deles nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde ao ClickPB nesta quinta-feira (19), 140.982 pessoas já contraíram a doença, 112.947 já se recuperaram e 3.232, infelizmente, faleceram. Até o momento, 444.658 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

, 140.982 pessoas já contraíram a doença, 112.947 já se recuperaram e 3.232, infelizmente, faleceram. Até o momento, 444.658 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados. 

  • Casos Confirmados: 140.982
  • Casos Descartados: 193.294
  • Óbitos confirmados: 3.232
  • Casos recuperados: 112.947

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 43%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 52%. Em Campina Grande estão ocupados 34% dos leitos de UTI adulto e no sertão 52% dos leitos de UTI para adultos.

Os casos confirmados estão distribuídos por todos os 223 municípios paraibanos. A diferença de casos de ontem para hoje é de 627, nos quais 10 municípios concentram 433 casos, o que representa 69,05% dos casos em toda a Paraíba. 

São eles: 

  • João Pessoa, com 184 novos casos, totalizando 35.732; 
  • Patos, com 75 novos casos, totalizando 5.369; 
  • Sousa, com 53 novos casos, totalizando 2.752; 
  • Campina Grande, com 26 novos casos, totalizando 14.172; 
  • Bayeux, com 24 casos novos, totalizando 2282; 
  • Guarabira, com 19 novos casos, totalizando 4.795; 
  • Boqueirão, com 16 novos casos, totalizando 725; 
  • Cajazeiras, com 14 novos casos, totalizando 2.914; 
  • Mari, com 11 novos casos, totalizando 1.226; 
  • Sumé, com 11 novos casos, totalizando 685.  

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 19/11, sujeitos a alteração por parte dos municípios. 

Continuar Cuidando: Até o dia 18/11 foram entrevistados e testados 6.378 paraibanos, em residências distribuídas por 72 cidades.

Até hoje, 179 cidades registraram óbitos por Covid-19. Os 09 óbitos registrados nesta quinta ocorreram em residentes de 07 municípios, entre 11 e 19 de novembro. Os pacientes tinham idade entre 67 e 85 anos. Hipertensão e diabetes foram a comorbidades mais frequente. Dos locais, três ocorreram em hospitais privados, um em residência e os demais em hospitais públicos. 

Mulher, 72 anos, residente em Cajazeiras. Diabética. Início dos sintomas 08/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 19/11/2020. 

Homem, 73 anos, residente em João Pessoa. Hipertenso. Início dos sintomas 17/11/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 19/11/2020. 

Mulher, 84 anos, residente em João Pessoa.Hipertensa, diabética, portadora de doença respiratória e imunossuprimida. Início dos sintomas 30/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 19/11/2020. 

Homem, 84 anos, residente em Campina Grande. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas 12/11/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 18/11/2020. 

Homem, 85 anos, residente em Itabaiana. Cardiopata. Início dos sintomas 29/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 18/11/2020. 

Homem, 69 anos, residente em Santa Rita. Portador de doença neurológica e ex-tabagista. Início dos sintomas 24/10/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 18/11/2020. 

Homem, 80 anos, residente em Várzea. Hipertenso. Início dos sintomas 01/11/2020. Foi a óbito em hospital público no dia 18/11/2020. 

Mulher, 67 anos, residente em João Pessoa. Hipertensa, diabética e cardiopata. Início dos sintomas 23/10/2020. Foi a óbito em hospital privado no dia 14/11/2020. 

Homem, 73 anos, residente em Lagoa de Dentro. Hipertenso, obeso e etilista. Início dos sintomas 09/11/2020. Foi a óbito em sua residência no dia 13/11/2020. 

ClickPB

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados