Connect with us

POLÍTICA

Temer anuncia acordo com Congresso para impedir anistia ao caixa 2

Publicado

em

O presidente Michel Temer (PMDB) anunciou neste domingo (27) um acordo entre o Poder Executivo e o Legislativo para “impedir” a tramitação da proposta que prevê a anistia ao crime do caixa 2, articulada por parlamentares no Congresso Nacional. Segundo o presidente, o acordo é uma forma de atender à chamada “voz das ruas”.

“Conversávamos eu, o presidente Rodrigo e o presidente Renan, e acordamos todos que não há a menor condição de, pelo menos patrocinado pelo presidente da Câmara e do Senado, levar adiante essa proposta”, disse Temer em entrevista coletiva realizada no Palácio do Planalto ao lado do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).
“Verificamos que era preciso atender aquilo que se chama voz das ruas, que é a reprodução de um dispositivo constitucional que diz que o governo não é nosso. [ …] O poder é do povo. Quando o povo se manifesta, esta audiência há de ser tomada pelo poder Legislativo e igualmente pelo Poder Executivo”, explicou o presidente.
A chamada anistia ao caixa 2 vem sendo articulada na Câmara dos Deputados e previa que pessoas que receberam doações, contabilizadas ou não, de valores, serviços e bens para fins eleitorais ou político-partidários feitas até a data da entrada da nova legislação não seriam punidos. Críticos à proposta afirmam que ela seria uma forma de anistiar políticos investigados pela Operação Lava Jato, que apura, entre outras coisas, o financiamento de campanhas eleitorais.
Maia e Renan afirmaram que não há espaço para a tramitação de um projeto dessa natureza no Congresso, e o presidente do Senado acrescentou que há outras prioridades, como votar medidas econômicas.Segundo Renan, até o final do ano serão concluídas as votações da LDO e da Lei Orçamentária de 2017.

“Essa matéria não deve tramitar. Temos outras prioridades para o Brasil. Estamos fazendo o ajuste fiscal, que considero que é obrigação, um dever. E vamos votar as matérias econômicas para nós retomarmos o crescimento da economia”, disse Renan Calheiros. (Com Reuters)
UOL

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍTICA

Felipe Neto explica seu antipetismo: “eu tinha 25 anos e jovem faz bosta”

Publicado

em

O youtuber Felipe Neto, que estimulou o discurso de ódio contra a esquerda e apoiou o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, reconheceu, ao participar de uma live do jornal Valor Econômico, seus erros. “Eu tinha 25 anos e jovem faz bosta. Eu realmente achava que o PT era o pior governo que este país já teve desde 1500. Acha o PT a escória”, disse ele. Felipe afirmou que mudou muito sua visão de lá pra cá e que passou a ver as coisas mais tecnicamente – e, de fato, as estatísticas oficiais mostram que os governos Lula e Dilma foram os que mais reduziram a pobreza e as desigualdades sociais, em toda a história do Brasil.

Felipe hoje prega a união das esquerdas e uma frente ampla contra Jair Bolsonaro, sem a imposição de nomes que dividam os eleitores. Na sua visão, os jovens têm sido atraídos pela direita, porque ela tem se mostrado mais acolhedora e apresentado soluções fáceis. “Putz, é só ser liberal que resolvemos todos os problemas. Tem que acabar com a CLT, cara”, disse Felipe, de forma irônica. Desde que passou a ser crítico do bolsonarismo, ele se tornou um dos maiores alvos da extrema-direita e passou a viver sob um forte esquema de segurança pessoal.

Brasil 247

Continue lendo

POLÍTICA

Marília Arraes consolida liderança e está a um passo de vencer no Recife

Publicado

em

Pesquisa de intenções de voto para o segundo turno da disputa pela Prefeitura do Recife, divulgada nesta quarta-feira (24), realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco, Marília Arraes (PT) aparece com 54% dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos) e João Campos (PSB), com 46%. 

Na levantamento estimulado, Marília Arraes registra 44% das citações e o candidato do PSB soma 38% das menções

A pesquisa Folha/Ipespe também avaliou o índice de rejeição dos candidatos. João Campos soma 42% das citações e Marília Arraes aparece com 38%. As informações são do Blog do Ricardo Antunes.

O caminho da vitória de Marília Arraes está pavimentado. Reta final em Recife mobiliza a militância do PT e forças aliadas dos movimentos democráticos e populares da cidade. 

Brasil 247

 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados