Connect with us

POLÍCIA

Vitima de bandido que promoveu arrastão em Nova Floresta não resistiu aos ferimentos e morreu

Publicado

em

 

A Vitima identificada como Antônio Matador, baleado na noite de hoje por um  bandido que promoveu arrastão em Nova Floresta não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital de Cuité.

Informações colhidas pela reportagem dão conta que o homem deu entrada com vida no hospital de Cuité mais antes de ser transferido para Campina Grande veio a óbito.

O IML de Campina já estaria a caminho para tomar a as providencias e a policia civil já está investigando o caso.

Entenda o caso:

Informações colhidas pela reportagem do Rede Mais Notícias, dão conta de um arrastão promovido por um homem de estatura baixa e usando uma camisa vermelha para cobrir o rosto, cometeu um assalto por volta das 18:30hs da noite desse domingo dia 15 de janeiro, na cidade de Nova Floresta/PB, numa rua próximo ao cemitério, não se contentando em levar a carteira da primeira vítima, ele tentou mais outro assalto, não obtendo êxito, saiu, e dando continuidade ao arrastão encontrou um homem identificado como Antônio matador, e baleou a vitima, ainda não se sabe se o indivíduo levou algum objeto de valor dessa vítima.

Os policias já estão no local do ocorrido e fazem varredura em diversas ruas na tentativa de encontrar o autor desses crimes, devido a falta de samu na região, mais precisamente na cidade de Cuité/PB, os Policiais tiveram que usar um cobertor como maca, e com ajuda de populares colocaram a vitima no banco de traz de uma caminhonete até o hospital de Cuité, para se fazer todos os procedimentos, o estado da vitima ainda não foi informado.

O rede Mais constatou que as ambulâncias do Samu de Cuité e Picui estão quebradas e por volta das  19:40 horas uma equipe do Samu de Pedra lavrada passou em Nova Floresta sentido Cuité para socorrer a vitima.

Rede Mais Noticias

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍCIA

PM prende suspeito de matar amante e enterrar corpo no quintal da avó em Sapé

Publicado

em

A Polícia Militar prendeu um jovem de 18 anos, que confessou ter assassinado a amante, uma mulher de 40 anos, e enterrado o corpo dela em uma cova rasa, em Sapé, na Zona da Mata paraibana. O crime aconteceu no domingo (29) e a prisão foi executada nesta quarta-feira (31).

O marido da vítima estranhou o desaparecimento da esposa e acionou a Polícia Militar. Em conjunto com a Polícia Civil, a PM chegou ao suspeito e ele confessou que matou a amante após terem uma discussão no domingo e enterrou o corpo dela no quintal da casa da avó dele.

Segundo informou a assessoria da Polícia Militar ao ClickPB, nesta quarta-feira, as equipes da 3ª Companhia do 7º Batalhão receberam a informação do desaparecimento da vítima e, nas buscas, encontraram o acusado, de 18 anos, em uma comunidade de Sapé.

Ele confessou o crime e revelou que o corpo da vítima estava enterrado no bairro Cuba de Cima, também em Sapé. O corpo foi encontrado no local indicado por ele, que ficava atrás da casa da avó do acusado.

O preso foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Sapé. Ele deve responder por feminicídio e ocultação de cadáver.

ClickPB

Continue lendo

POLÍCIA

Homem é preso no Sertão da Paraíba após se masturbar próximo a uma mulher em fila de lotérica

Publicado

em

Um homem foi flagrado praticando importunação sexual contra uma jovem na fila de um correspondente bancário. O crime aconteceu no município de Sousa, no Sertão da Paraíba, nesta segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher.

As primeiras informações são de que o homem teria se masturbado ao ponto de ejacular em direção à jovem. O homem fugiu, mas foi identificado nas imagens de câmera de segurança e preso, logo em seguida.

Ainda de acordo com as informações preliminares, o homem é natural de Vieirópolis, também no Sertão paraibano, e já tem passagem por roubo e porte de drogas no estado de São Paulo.

Importunação sexual é o ato obsceno praticado na presença de alguém sem o seu consentimento, com o objetivo de satisfazer a própria “lascívia ou a de terceiro”. A pena pode ser de 1 a 5 anos de prisão para quem for enquadrado nesse crime.

ClickPB

 

 

Continue lendo

Facebook

Publicidade

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados