Connect with us

GERAL

Vovô de 82 anos presta vestibular para Medicina e diz que vai atender de graça, se conseguir se formar (PR)

Publicado

em

E quem disse que tem idade para realizar nossos sonhos, errou feio! O seu Antônio Tonouti, de 82 anos, resolveu realizar uma vontade antiga, agora em 2020: se formar em medicina!

Ele já tem graduação em farmácia desde 1959, também é formado em direito e, agora, quer ser médico para atender as pessoas de graça!

idoso se inscreve em vestibular de medicina
Foto: reprodução

“A educação é a coisa mais importante da vida”

Seu Antônio passou a vida inteira buscando algum aprendizado. Ele já passou em três vestibulares: Farmácia, Direito e Letras. Esse último, não chegou a fazer a matrícula.

Nas horas vagas, ele ainda faz aulas de pintura e inglês. A maior motivação, é acreditar que a educação é a coisa mais importante que temos nessa vida. Errado não tá, né gente?

Eu acho que estudando a gente desenferruja os neurônios. E a educação é a coisa mais importante da vida“, destacou o seu Antônio.

idoso se inscreve em vestibular de medicina
Foto: reprodução

Agora, aos 82 anos e esbanjando vitalidade, ele prestará vestibular na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

O incentivo veio no curso de inglês. Seu Antônio ouviu que outros colegas mais jovens também iriam concorrer na UEL e ele resolveu se inscrever.

Seu Antônio conta, que se conseguir concluir o curso, ele quer fazer consultas de graça. “Se eu passar, que eu acho muito difícil, vou continuar estudando. E, se eu tiver vivo até lá, eu prometo fazer consultas de graça“, ressaltou.

Desejo muita sorte para seu Antônio e estou aqui na torcida!

Razões para Acreditar

Continue lendo

GERAL

Pfizer conclui testes de candidata a vacina para covid-19 com 95% de eficácia

Publicado

em

A Pfizer Inc informou nesta quarta-feira (18) que os resultados finais do teste de estágio avançado de sua vacina para covid-19 mostram que o imunizante é 95% eficaz, acrescentando ter os dados de segurança exigidos referentes a dois meses e que solicitaria autorização para uso emergencial nos Estados Unidos em alguns dias.

A farmacêutica afirmou, ainda, que a eficácia da vacina desenvolvida em parceira com alemã BioNTech SE foi consistente em dados demográficos de idade e etnia, e que não houve efeitos colaterais importantes, um sinal de que a imunização poderia ser amplamente utilizada ao redor do mundo. 

A eficácia em adultos com mais de 65 anos, que estão particularmente sob risco de contrair o vírus, foi superior a 94%. A análise final vem apenas uma semana após os resultados iniciais do ensaio terem mostrado que a vacina era mais de 90% eficaz.

A concorrente Moderna divulgou na segunda-feira (16) dados preliminares para sua vacina, mostrando eficácia semelhante. Os dados melhores do que o esperado para as duas vacinas, ambas desenvolvidas com a nova tecnologia conhecida como RNA mensageiro (mRNA), aumentaram as esperanças do fim de uma pandemia que já matou mais de 1,3 milhão de pessoas em todo o mundo e causou estragos na economia e na vida cotidiana.

A farmacêutica reiterou que espera produzir até 50 milhões de doses de vacinas este ano, o suficiente para proteger 25 milhões de pessoas, e então produzir até 1,3 bilhão de doses em 2021.


Agência Brasil

Continue lendo

GERAL

Menina vende pulseiras em troca de alimentos pra necessitados

Publicado

em

Giovanna Barbosa Alexandre, de apenas 6 anos, usou a própria habilidade de fazer pulseiras de miçanga pra ajudar necessitados

Ela já presenteava professores e amigos, mas depois que descobriu que muita gente estava passando necessidades durante a pandemia, resolveu arregaçar as mangas.

Gi, como é conhecida, mora em São Gonçalo, no Rio de Janeiro e vende as ‘bijus’ pelo instagram também.

“Eu vi pessoas tristes sem ter o que comer e fiquei com pena. Me coloquei no lugar delas e imaginei como é”, contou a pequena Gi.

Cestas básicas

A ideia era doar cestas básicas e foi então que a menina começou a trocar as pulseiras, que “faz rapidinho”, por um quilo de alimento.

Em dois meses, Gi já confeccionou mais de 50 pulseiras. Na primeira doação, ela distribuiu dez cestas básicas na região onde mora, no bairro do Rocha.

“Eu amei ir entregar os alimentos”, disse Gi.

“Fiquei orgulhosa de ver uma criança desenvolvendo empatia em um mundo tão difícil. Toda a família ficou bem surpresa com a iniciativa dela e quis ajudar: pais, avós, tias…”, contou a mãe, Martha Barbosa Alexandre, 37 anos.

Família reunida

Montar as pulseiras acabou entrando na rotina da família.

“O pai senta com ela e ajuda a fazer, inventa novos modelos. Gosta muito”, conta Martha.

No início, havia só pulseiras infantis, agora com a demanda de adultos, já criaram outros estilos.

A mãe explica que a menina participa da entrega, mas todos os protocolos de segurança são seguidos:

“Vai de máscara e passa álcool gel toda hora”, diz.

Quem se encantou com a ideia e com as pulseiras da Gi, pode adquirir pelo instagram pra ajudar na campanha de arrecadação de alimentos.

Fotos: Arquivo Pessoal
Fotos: Arquivo Pessoal

Com informações do Rio de Boas Notícias

Continue lendo

Facebook

Publicidade

MAIS LIDAS DE HOJE

Copyright © 2020 Barra Portal - Todos os direitos reservados